Prefeito de Campina Grande lamenta morte de Eduardo Campos e decreta luto oficial de três dias

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, manifestou, em nome de todos os campinenses, ora sob um mesmo sentimento de tristeza e perplexidade, o profundo lamento pela trágica morte do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que disputava a Presidência da República e faleceu em decorrência de acidente aéreo na cidade de Santos, litoral paulista, nesta quarta-feira, 13.

O chefe do poder executivo municipal confirmou o decreto de luto oficial por três dias, período durante o qual o pavilhão de Campina Grande será mantido a meio pau. “O Brasil está de luto. E nós, paraibanos, campinenses, ainda mais nos irmanamos aos vizinhos irmãos pernambucanos nesse instante trágico”, afirmou o prefeito.

“Não há palavras para descrever o sentimento que toma a nação neste instante. Indiferentemente das questões de cunho político-partidário, que são de somenos, Eduardo Campos era uma das lideranças principais do país, ainda mais em um momento tão importante da vida nacional. O processo democrático em curso resta empobrecido e o Brasil sofre uma perda irreparável”, comentou Romero.

O prefeito Romero Rodrigues também lamentou as mortes dos assessores que acompanhavam o ex-governador de Pernambuco e pediu que os campinenses possam rogar a Deus para que conceda conforto à família de Eduardo Campos e dos demais mortos no acidente.

Codecom

Nenhum comentário

.