Jornalismo

Profissional atuando desde 2008 no mercado, com passagem por todos os meios. Experiência, credibilidade e qualidade

Comunicação institucional

Profundo conhecimento da dinâmica e caminhos da comunicação institucional eficiente, quer no setor público, quer na esfera privada

Direito

Advogado com atuação na área cível em geral e foco em direito do consumidor, além de assessoria legislativa para supervisão e elaboração de projetos

Cursos online

Didática diferenciada, metodologia direta, clara e objetiva buscando a máxima eficiência do estudo

Blog

Juízes eleitorais tentam acordo para evitar carreatas, mas duas coligações não aceitam

Os três juízes auxiliares do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba e da propaganda eleitoral de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa se reuniram nesta sexta-feira, 25, com representantes das coligações partidárias que vão disputar as eleições deste ano para tentar sensibilizar as agremiações a não realizar carreatas, mas as coligações “A Força do Trabalho” e “A Vontade do Povo” não concordaram em firmar um pacto neste sentido com os demais partidos. “Nós queríamos que os partidos políticos entendessem que esses eventos trazem muitos problemas para a população, mas não houve consenso”, afirmou a juíza federal Niliane Meira, responsável pela propaganda de mídia e que coordenou a reunião.

Ela relatou que o encontro teve a participação de representantes  do Detran, Polícia Rodoviária Federal, Semob e STTP (órgão de trânsito de Campina Grande) e Polícia Militar. Eles tentaram mostrar aos partidos os problemas causados pelas carreatas e até sugeriram a substituição por um passeio ciclístico, mas não houve acordo. Também foi tentado convencer os representantes das coligações a pelo menos evitar que as carreatas tivessem BR no percurso, mas embora outros aceitassem as duas coligações citadas não acataram.

A juíza Niliane Meira afirmou que a realização das carreatas é um direito das coligações mas esse direito não se sobrepõe ao cumprimento da legislação de trânsito, portanto, todas as irregularidades constatadas serão devidamente punidas. Ela citou como exemplo o fechamento de cruzamentos, pessoas sem cinto de segurança, motoristas ingerindo bebida alcoólica, passageiros em cima de carros ou sentados em janelas, entre outras infrações. “Todos os fotosensores ficarão ligados e os órgãos de trânsito estarão fiscalizando todo o percurso”, declarou.

O procurador regional eleitoral, Rodolfo Alves, acompanhou toda a reunião e também fez um apelo para que a legislação de trânsito seja cumprida durante os eventos. A juíza Niliane Meira afirmou que pretende realizar outra reunião posteriormente para ver se há uma mudança de postura dos partidos políticos.

Assessoria do TRE

Authorism Theme

Jornalismo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Comunicação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Direito

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.!

Cursos

4th one time fitness expert, wellness writer, personal trainer, group ex health coach. I am advocates of everything good in the fitness industry and of the people who make it great!

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.