Após quase uma semana sem trabalhos, CMCG não tem sessão por falta de quorum


A última sessão ordinária na Câmara Municipal de Campina Grande aconteceu na quarta-feira da semana passada, dia 16. Estimulados pelo longo feriadão e, talvez, pelo registro bíblico do suicídio de Judas Iscariotes, boa parte dos parlamentares da cidade resolveu enforcar a quinta da semana passada e emendar a terça desta semana.

Com isso, apesar de o novo horário de abertura da sessão ser às 8h30, às 9h apenas cinco vereadores se encontravam no plenário ou nos arredores: Alexandre do Sindicato (PROS), que abriu e encerrou os trabalhos, Ivan Batista (PROS), Olimpio Oliveira (PMDB), Tovar Correia Lima (PSDB) e Miguel Rodrigues (PPS).

Minutos após o encerramento dos trabalhos por falta de quorum (em conformidade com o regimento interno da Câmara Municipal), vários parlamentares chegaram, entretanto, nada mais havia a fazer a não ser cada um voltar para casa.

Aliás, a despeito de hoje, um dia atípico, já no cotidiano a mudança no horário de abertura das sessões tem evidenciado de forma mais clara os vereadores que mantêm o hábito de chegar bastante atrasados à Casa de Félix Araújo. Talvez, por sinal, isso explique o porquê de o ponto eletrônico não ser implementado no glorioso legislativo campinense.

--
O blog volta hoje à ativa, após um curto período de férias deste escriba.

Nenhum comentário

.