Souza Neto revela números: Campina é a cidade em que mais a PM apreende armas e registra crescimento de 21% em 2013


A Polícia Militar registrou um aumento de mais de 21% no número de armas apreendidas na cidade de Campina Grande, no ano de 2013. Durante os doze meses, os policiais do 2º Batalhão retiraram das ruas 305 armas de fogo, o que representa 53 armas a mais em relação a 2012, quando foram apreendidas 252 armas.

Os dados são da seção de planejamento e estatística do 2º BPM, que observou ainda um crescimento de mais de 9% na apreensão de menores envolvidos com assaltos e homicídios. De 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2013 foram flagrados 253 jovens em conflito com a lei, enquanto em 2012 foram realizadas 232 apreensões, um crescimento de 9,05%.

Para prevenir e reprimir os crimes na cidade, os policiais do 2º Batalhão realizam diariamente operações 'check-point', que são bloqueios policiais nas áreas com maiores registros de ocorrências, saturando os locais com abordagens para identificar e prender suspeitos.

No ano passado, além dos menores detidos, foram presas 1364 pessoas envolvidas com crimes na cidade de Campina Grande, o que representa mais da 10% da população carcerária de todo Estado, que possui pouco mais de 9.000 presos. Em 2012, foram 1112 pessoas presas no município, registrando em 2013 um aumento de 22,66% com as 252 pessoas presas a mais.

Para o Comandante do 2º Batalhão, tenente-coronel Souza Neto, os número demonstram as ações que são desempenhadas diariamente pelos policiais que estão nas ruas.

“O 2º batalhão, que atua na cidade de Campina Grande, é o que mais apreende armas no Estado, prendeu em 2013 um número equivalente a mais de 10% da população carcerária paraibana, fazendo esse comparativo. Isso é resultado do esforço de cada policial do 2º BPM para cumprir aquilo que planejamos para garantir a segurança e tranquilidade da população da rainha da Borborema”, apontou. 

Em 2013 ainda foram recapturados no município 94 foragidos da justiça, o último deles no dia 29 de dezembro, quando os policiais interceptaram um carro blindado que estava sendo conduzido por um fugitivo do presídio de Igarassu, em Pernambuco.

Fonte: Assessoria

Nenhum comentário

.