Presidente da PSB/CG não deve ser candidato a deputado e destaca nomes de Artur Bolinha e Thompson Mariz


O professor Fábio Maia, presidente do diretório municipal do PSB em Campina Grande, disse hoje, durante entrevista a uma emissora de rádio, que ainda não está definido se será candidato a deputado estadual no pleito de outubro. Com o discurso de soldado do partido, Fábio afirmou que a possibilidade de sair candidato dependerá dos planos da legenda.

No entanto, a tendência parece ser mesmo pela não candidatura. Um dos indícios é que Fábio deverá estrear um programa na TV Borborema nas próximas semanas, intitulado “Degustando conversas”. Que sentido haveria em estrear um programa pouco antes de precisar dele se afastar, em virtude dos prazos previstos pela legislação eleitoral, para ser candidato?

No mais, diante do cenário complexo que se desenha para a disputa pelo Palácio da Redenção, é muito provável que o governador Ricardo Coutinho precise de Fábio, que é homem de sua confiança (inclusive como uma espécie de coringa no governo), com todas as energias voltadas à campanha pela reeleição.

O presidente municipal do PSB destacou nomes da região que considera expressivos para a disputa, apontando, primeiramente, o deputado estadual Adriano Galdino, e indicando também o presidente da FCDL, José Artur Almeida, o Artur Bolinha, e o ex-reitor da UFCG, Thompson Mariz, como possíveis candidatos tanto à deputação estadual quanto à Câmara dos Deputados. Fábio Maia, no entanto, explicou que ainda não conversou com Bolinha e Thompson.

Nenhum comentário

.