Alexandre e Bruno lideram ranking de projetos de lei na CMCG. Ivan não propôs nenhum


Os vereadores Alexandre do Sindicato (PROS) e Bruno Cunha Lima (PSDB) foram os campeões em apresentação de projetos no primeiro ano da atual legislatura da Câmara Municipal de Campina Grande. Alexandre apresentou o maior número de proposituras no geral e o maior número de projetos de lei ordinária, sendo seguido, neste quesito, por Bruno.

O tucano, por sua vez, foi o primeiro em número de projetos como um todo (de lei, de resolução e complementar), ficando o vereador do PROS na segunda posição. Em termos gerais, ou seja, somando-se os requerimentos, Alexandre do Sindicato protocolou, até esta data, 509 proposituras, sendo seguido, neste quesito, por Miguel Rodrigues, do PPS (432), e Bruno (351).

No quesito leis ordinárias, Alexandre apresentou 61 projetos, contra 57 de Bruno e 33 de Vaninho Aragão (DEM). Na soma dos projetos de lei ordinária, de lei complementar e de resolução, Bruno protocolou 71 matérias, contra 66 de Alexandre e 38 de Lula Cabral (PRB).

A ponta de baixo da tabela em termos de projetos de lei ordinária tem os vereadores Galego do Leite (PMN) e Ivan Batista (PROS). Galego manteve-se limitado à produção do primeiro semestre, quando apresentou um PLO, não propondo nenhum no segundo semestre. Ivan Batista foi ainda pior em termos de produção, não protocolando um único projeto de lei ordinária durante todo o ano.

Em termos gerais, ou seja, somando-se todas as matérias, os piores desempenhos foram, pela ordem: Rodrigo Ramos (PMN), com 53 proposituras (06 PLO); Ivan Batista (53 proposituras) e Orlandino Farias (PSC), com 48 matérias. Veja, abaixo, uma relação com toda a produção dos vereadores em 2013, até esta data, de acordo com os dados do sistema online da Câmara Municipal.

Nenhum comentário

.