Veja como ficaram as bancadas partidárias na CMCG após sete vereadores trocarem de sigla


O PMDB, que tinha a maior bancada, com quatro vereadores, perdeu dois (Ivam Batista e Pimentel Filho). Já PTC e PTN perderam os únicos representantes que tinham na Câmara Municipal, respectivamente Alexandre do Sindicato e Cícero Buchada. O PMN elegeu três vereadores, e perdeu um (Rodrigo Ramos). O PSDB elegeu três vereadores, perdendo, agora, um (Inácio Falcão). Dos dois vereadores que elegeu, o PSC, agora, ficou sem Hércules Lafite. Veja como ficaram as bancadas:

PROS (05)
Alexandre do Sindicato
Hércules Lafite
Cícero Buchada
Ivam Batista
Pimentel Filho

PMDB (02)
Olimpio Oliveira
Metuselá Agra

PRP (02)
Nelson Gomes Filho
Jóia Germano

PMN (02)
Galego do Leite
Sargento Régis

PSDB (02)
Bruno Cunha Lima
Tovar Correia Lima*

DEM (02)
Saulo Noronha
Vaninho Aragão

PRB (02)
Lula Cabral
Marinaldo Cardoso

PTdoB (01)
Inácio Falcão

PCdoB (01)
Napoleão Maracajá

PSB (01)
Murillo Galdino

PPS (01)
Miguel Rodrigues

PSC (01)
Orlandino Farias

SDD (01)
Rodrigo Ramos

A composição ainda está sujeita a mudanças até o dia 20, quando as atas do PROS e do SDD com os membros fundadores serão fechadas. Sargento Régis (PMN), por exemplo, ainda não teria dado sua palavra final sobre ingressar ou não no PROS.

---
* Lembrando que Tovar está licenciado por ocupar cargo no primeiro escalão do governo Romero Rodrigues, de forma que, na prática, no momento, o PSDB conta apenas com Bruno Cunha Lima na CMCG, enquanto o PSB tem, além de Murillo, Ivonete Ludgério, suplente em exercício.

Nenhum comentário

.