Napoleão Maracajá e Ivonete Ludgério: o que eles têm em comum?


Filiada ao PSB, a vereadora Ivonete Ludgério lidera a bancada do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) na Câmara Municipal de Campina Grande. Eleito pelo PCdoB, Napoleão Maracajá, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema, representa a oposição mais barulhenta ao governo do tucano na Câmara Municipal.

Recentemente, os dois protagonizaram a discussão mais quente do ano na Casa de Félix Araújo. Foi bate-boca mesmo. Pesado! Daqueles de fazer voar a tampa da chaleira. Com direito a “eu estou avisando”, “não tenho medo”, “longe da platéia você tem outro comportamento”, “eu não tenho rabo preso” e outros brados disparados da tribuna, com dedos em riste e cenhos franzidos.

No entanto, em um ponto Napoleão Maracajá e Ivonete Ludgério mantêm discursos afinados. Mais que isso, em um ponto, eles são aliados: ambos apóiam o governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB).

Na semana passada, conversei com vários vereadores para colher suas opiniões sobre os mil dias da gestão socialista. Poucos na CMCG estão, de fato, ao lado de Ricardo. Dá para contar na palma da mão. E a defesa mais contundente, mais elaborada e mais direta partiu dos dois adversários no legislativo municipal: Napoleão e Ivonete.

A política separa, a política une. Na política, ninguém pode dizer com certeza ao outro: se eu lhe encontrar por aí, atravesso a rua.

Nenhum comentário

.