Até quando? (Por Carlos Roberto Oliveira)


Até quando a população nordestina, principalmente as pessoas que residem e sobrevivem na região do semiárido, terá que conviver com esta instabilidade hídrica? Acredito que se houvesse a intervenção de nossos políticos dos estados atingidos por este fenômeno climático poderíamos encontrar uma forma de conviver com esta situação caótica.
   
Sei que ninguém tem condições de combater a seca. Mas, esta obra da transposição das águas do rio São Francisco aliviaria, em muito, esta situação. Hoje, o que presenciamos e podemos testemunhar são animais e humanos padecendo e sofrendo com a falta de água, rebanhos morrendo de fome e cede, sendo devastados, pessoas mendigando um copo de água.

Sabemos que se houver vontade política será encontrada uma forma emergencial para aliviar este caos. E é preciso que se encontre. Enquanto isso, a população nordestina, notadamente, claro, os mais humildes, continua padecendo, sofrendo com as repetidas estiagens e esperando a ação do poder pública. A pergunta é: até quando?

Carlos Roberto de Oliveira

Nenhum comentário

.