Presidente do TJ garante que novo fórum para CG é prioridade. E tem que ser

No mês passado, a desembargadora Maria de Fátima Bezerra Cavalcanti, presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, garantiu que a construção de um novo fórum, adequado às dimensões e a relevância da cidade, é uma prioridade na pauta administrativa do poder judiciário estadual.

“Nós estamos trabalhando para construir um novo fórum de Campina Grande. Faz parte do nosso plano de obras. Se nós não conseguirmos iniciar esse novo fórum na nossa gestão, mas o plano de obras, que será aprovado no máximo dentro de sessenta dias, tem Campina como prioridade na construção de um fórum que possa comportar todas as varas de forma eficiente e moderna”, declarou a presidente do TJPB.

Fátima Bezerra Cavalcanti afirmou que a intenção é que as futuras instalações do fórum da justiça em Campina Grande sejam modernas, inclusive adequadas aos padrões de autossustentabilidade, com, por exemplo, o uso de energia solar. No entanto, a desembargadora explicou que, por ora, ações paliativas estão sendo implementadas.

“Enquanto não chegamos a este ideal, temos as medidas emergenciais, e, dentre elas, deixamos o complexo da violência doméstica funcionando no prédio e vamos colocar, agora, a (vara) da infância e juventude a funcionar em um prédio muito bom, que está sendo reformado. No momento em que levarmos essa vara para essas novas instalações, o que deverá ocorrer nos próximos noventa dias, teremos como melhorar as condições físicas do fórum, porque teremos espaços para serem reaproveitados”, revelou, no dia 09 de agosto, durante vinda a Campina Grande.

É mesmo urgente que o TJPB olhe com maior atenção e respeito para a demanda da estrutura do judiciário em Campina. Já não bastassem as limitações das atuais instalações, fotos postadas por advogados e serventuários da justiça nas redes sociais mostram a fachada do sofrível Fórum Affonso Campos caindo aos pedaços, literalmente, inclusive com faixas interditando a área de risco.

Um comentário

Anônimo disse...

O TJPB estava tratando Campina como cidadezinha, mas hoje espero que com nova administração do TJPB trate Campina Grande com uma cidade de 3ª Entrância por que é tratada como 1ª Entrância.
Vejo o TRT13 e Justiça Federal da Paraíba tratando Campina com o seu valor de Cidade Grande, ou seja, o Poder Judiciário Federal trata Campina com o seu verdadeiro valor.

.