Às vésperas do fim do prazo para mudança de partido, “Trio de aço” se reúne. Acordo à vista?


Foi o ex-vereador Fernando Carvalho, atualmente gozando férias, desde que deixou a Câmara Municipal após decidir não se candidatar à reeleição, quem revelou, através das redes sociais: o antigo “trio de aço”, formado por ele, o também ex-vereador Antônio Pereira e o único remanescente do grupo na Câmara, Olímpio Oliveira, esteve reunido esta semana.

Poderia ser apenas um encontro de amigos para colocar a conversa em dia, matar as saudades e tomar um café, mas, em se tratando de políticos e tendo em vista o calendário eleitoral, é razoável se supor que os projetos dos três para 2014 também constaram do bate-papo, quem sabe, inclusive, como tema principal.

No calendário da Justiça Eleitoral, o dia 05 de outubro é o limite para filiações partidárias e trocas de legenda para aqueles que pretendem concorrer em 2014. Em tese, Carvalho, Pereira e Olimpio olham com bons olhos o processo eleitoral do ano que vem.

Carvalho já foi do PMDB, migrou para o PTdoB, e pode concorrer pelo PTB. Pereira trocou o PSB pelo PMDB, onde não conseguiu se reeleger, e sabe que, para pensar em candidatura, tem que mudar de partido. Olimpio continua no PMDB e vive a mesma pressão: haja votos para se eleger pela sigla, e haja recursos para conquistar os votos.

Na base da lógica ou da plena elucubração, é sensato acreditar que os três poderiam fechar acordo para uma candidatura única, restando, porém, a dúvida de quem seriam os dois a abrir mão dos projetos pessoais. Seja como for, se é improvável contar com o “trio de aço” na Casa de Epitácio Pessoa, a certeza é que qualquer um dos três teria papel de destaque na Assembleia Legislativa, ao contrário do atual obscurantismo que marca a maioria absoluto dos representantes campinenses no parlamento estadual.

Nenhum comentário

.