Presidente da Comissão de Segurança Pública da CMCG anuncia apoio a Júlio César da Cruz para a Guarda Municipal

O vereador Alexandre do Sindicato (PTC), presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública, Defesa Social e Prevenção às Drogas da Câmara Municipal de Campina Grande, participou de uma reunião entre o prefeito Romero Rodrigues e representantes da Guarda Municipal, no auditório do Ipsem, nesta quinta-feira, 08.

Durante o encontro, o chefe do poder executivo ouviu as reivindicações da categoria, e se comprometeu a atender uma das principais, que é a nomeação do coordenador da Guarda, cujo nome, de acordo com compromisso firmado pelo prefeito, deve ser anunciado em até quinze dias.

Alexandre do Sindicato manifestou ao prefeito imediato apoio a um dos nomes mais cogitados para o cargo, o do policial civil Júlio César da Cruz (foto), vice-presidente da Associação dos Policiais Civis da Paraíba, estudante de direito e um dos nomes mais respeitados no segmento da segurança pública paraibana.

“O nome de Júlio César aparece como um dos mais cotados porque ele é, mais do que um policial, um pensador da segurança pública, com atuação destacada na polícia e em todos os debates que envolvem a segurança. Além disso, conhece a nossa cidade muito bem e compreende como poucos o perfil de uma Guarda Municipal”, considerou Alexandre.

Para o vereador, é importante que a Guarda, que ainda dá seus primeiros passos, seja coordenada por alguém que tenha capacidade e entendimento para ajudar a moldar o órgão de forma que possa cumprir seu objetivo no contexto da cidade. “A Guarda Municipal tem um papel importante, mas um papel específico, e essa linha de compreensão e ação tem que ser transmitida a todos os agentes, missão que, tenho certeza, Júlio César poderá cumprir muito bem”, disse.

Alexandre do Sindicato lembrou que a decisão sobre o futuro comandante da Guarda Municipal é de livre escolha do chefe do poder executivo, mas explicou que, na condição de vereador e presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública, Defesa Social e Prevenção às Drogas da Câmara Municipal, sentiu-se no dever de sugerir a análise de um nome que considera adequado à função.

Nenhum comentário

.