Metuselá Agra “ameaça” propor CPI para investigar concessões do transporte público e desafia colegas

Em meio às discussões sobre os preços das tarifas de coletivos de Campina Grande, o vereador peemedebista Metuselá Agra, mostrando profunda irritação com colegas que criticaram a atuação de aliados do prefeito na gestão anterior (Veneziano Vital do Rêgo) no atual debate a respeito da redução das passagens, teceu um comentário em tom ameaçador e desafiador aos demais parlamentares.

A fala de Metuselá foi em resposta a declarações do tucano Inácio Falcão, que acusou o também peemedebista Olímpio Oliveira de ter, agora, uma postura diferente, bem mais radical, em relação à tarifa, que na gestão do ex-prefeito Veneziano, correligionário do parlamentar. Agra tomou as dores do colega e ameaçou propor uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar as concessões dos transportes coletivos da cidade.

“Como é uma caixa-preta a comissão tarifária, como é uma caixa-preta a concessão de transporte público nessa cidade, que a gente abra – algo que eu sou contra – mas vou convidar vossa excelência para que a gente abra uma CPI, e aí ir a fundo discutir quem são os ladrões do transporte público de Campina Grande. Que a gente investigue e que venha para essa Casa a discussão do transporte público, a concessão do transporte público”, afirmou Metuselá Agra, dirigindo-se a Inácio Falcão.

Em seguida, o parlamentar desafiou seus pares. “Cabe a essa Casa (investigar). Agora, eu quero ver quem é corajoso de assinar essa CPI, para que a gente investigue a fundo essa tramóia que existe no serviço público de transporte de Campina Grande”, disse Metuselá. Nenhum vereador se pronunciou sobre o desafio do peemedebista. Ele também não antecipou quais seriam as “tramóias” em questão.

Nenhum comentário

.