Notas sobre um dia de muitas emoções na Câmara Municipal de Campina Grande

Um pino

Tarifa menor

Após ter a sessão de ontem barrada pela justiça, os vereadores aprovaram, dentre outras matérias, na sessão extraordinária desta sexta-feira, 28, a isenção do ISS para as permissionárias do transporte coletivo, o que garante a redução da tarifa em 10 centavos a partir de 01 de julho.

Irritação

O vereador Rodrigo Ramos (PMN), que na quinta havia deixado enfurecido o presidente Nelson Gomes Filho (PRP), por conta da liminar para suspender a sessão, nesta sexta causou furor entre alguns colegas, ao afirmar que havia vereador votando “por procuração”.

“Pino”

Após a reação de alguns dos seus pares, Rodrigo Ramos até tentou retirar o que disse, mas Ivonete Ludgério (PSB) não aceitou, fez duras críticas ao comentário do colega e fustigou: “Eu não gosto de quem bate pino!”.

Voto de silêncio

Apesar de a Câmara Municipal ter 23 vereadores, apenas cerca de 1/4 participou ativamente da acirrada discussão nesta quinta e nesta sexta-feira. O resto apenas vota, ou contra ou a favor.

Olha a hora

Por volta das 19h, perto do fim da sessão, o vereador Orlandino Farias (PSC) levantou-se discretamente e discretamente retirou-se do plenário, como quem ia tomar uma água. E não mais voltou. Os gaiatos de plantão não perdoaram: “Essa hora Orlandino já costuma estar dormindo. Na cama”.

Protesto

Além das figurinhas carimbadas e sindicalistas profissionais, tinha menos manifestante que vereador na sessão desta sexta-feira.

Presidente

O vereador Olímpio Oliveira (PMDB) criticou o fato do presidente da Câmara, Nelson Gomes Filho, estando em plenário, deixar que Pimentel Filho (PMDB), que é primeiro secretário, presida a sessão. Além do presidente, o vice, Murillo Galdino (PSB), também estava na mesa.

Memória

O peemedebista Metuselá Agra foi traído pela memória ao desafiar um dos colegas a apontar quando a Câmara, na legislatura passada, aprovou venda de terreno público. Umas quatro ou cinco vozes responderam, ao mesmo tempo: "E o DTO?!"

Pedrada

Inácio Falcão (PSDB) foi buscar lenha e voltou tosquiado.

Nenhum comentário

.