Vereador Alexandre do Sindicato quer disciplinar cobrança de estacionamentos rotativos privados

O vereador Alexandre Pereira da Silva, o Alexandre do Sindicato (PTC), protocolou nesta terça-feira, 30, requerimento na Câmara Municipal em que solicita ao Procon a realização de uma pesquisa sobre os preços cobrados pelos estacionamentos rotativos privados da área central de Campina Grande. Segundo Alexandre, o levantamento será o passo inicial para um projeto de disciplinamento do setor.

“São inúmeros os estacionamentos rotativos na região central da cidade e, como todos podemos perceber, o segmento parece reger-se por regras próprias, conforme o desejo dos proprietários, tanto no que se refere aos preços praticados como quanto aos mecanismos de cálculo da cobrança em relação ao tempo utilizado pelos motoristas”, pondera, no requerimento.

O vereador pede que o Procon Municipal, no prazo de 45 dias, realize pesquisa apontando quantos estacionamentos rotativos existem no Centro da cidade, quantas vagas geram, quais os valores cobrados, se é emitido ticket para os motoristas detalhando os valores e qual a metodologia aplicada.

“A maioria cobra pela primeira hora inteira, mesmo que o motorista fique apenas dez minutos. Depois, os valores são a cada meia hora ou hora inteira. E os preços variam muito. É urgente regulamentar esse setor, estabelecer critérios e limites claros”, comentou Alexandre do Sindicato, que vai procurar o coordenador do Procon Municipal, Floriano de Brito Júnior, para conversar sobre o tema.

A idéia do vereador é que, com o levantamento em mãos, a Câmara possa realizar uma audiência pública reunindo a STTP, o Procon e representantes dos proprietários de estacionamentos. “A partir de então, poderemos elaborar um projeto de lei disciplinando os variados aspectos desse setor”, explicou Alexandre do Sindicato.


Nenhum comentário

.