Tratando governo como "reinado fechado", tendência petista anuncia rompimento com Luciano Cartaxo

Release recebido pelo blog na noite de hoje:

Uma das tendências internas do Partido dos Trabalhadores, a Democracia Socialista (DS), que apoiou o prefeito Luciano Cartaxo desde o período da eleição dos delegados para o Encontro de Previas do PT, que definiu por candidatura própria em João Pessoa, resolveu romper o silêncio e oficializar o distanciamento do prefeito petista.

Segundo as lideranças da tendência, esses 100 dias do governo Cartaxo foram marcados pela arrogância e a falta de dialogo contra os que acreditaram e trabalharam para o seu sucesso. “Quando Cartaxo nos procurou pedindo apoio, assumiu conosco o compromisso de manter um dialogo constante em caso de vitória. Temos projetos e ideias identificados com a história do PT. Infelizmente, fomos ignorados de uma forma deselegante e desleal”, desabafou um militante da DS.

De acordo com eles, a Coordenação Estadual da tendência, depois de ouvir seus militantes, chegou à conclusão de que o prefeito Luciano Cartaxo, não possui vontade política para ouvi-los e muito menos aceitar as propostas da tendência. Sendo assim, resolveram tornar público sua independência em relação ao governo, apesar de terem contribuído com a vitória do petista.

Na oportunidade, eles ainda lamentaram as denúncias que têm surgido contra a gestão, nesse curto espaço de tempo. “As denúncias chegam, e nós não sabemos nem como defender essa gestão, já que não existe dialogo algum, é um reinado fechado, em que o secretário de gabinete dele tem os poderes de um primeiro ministro, e é tão arrogante quanto o chefe. Se não sabemos o que está acontecendo, também não temos como defender. Que todos saibam: não temos e nem teremos participação nos bônus e ônus futuros dessa gestão. Já que formos descartados, estamos lavando as mãos”, desabafou.

Assessoria

Nenhum comentário

.