Novo partido instala diretório na Paraíba e deve filiar três vereadores em Campina Grande e dois em João Pessoa


Quem está em Campina Grande desde ontem é Nilson Domingues, presidente de uma nova legenda, ainda em formação, mas que deverá estar regularizada até outubro e, portanto, apta a disputar as eleições do ano que vem. Trata-se do Partido dos Servidores Públicos e Trabalhadores da Iniciativa Privada do Brasil (PSPB). Nilson veio à cidade para montar a direção da nova legenda na Paraíba.

No Estado, a sigla será presidida por Mário Cezar Sousa Lima, que já dirigiu o PT do B de Campina Grande e é aliado do vereador Alexandre Pereira da Silva, o Alexandre do Sindicato (PTC), responsável pela articulação que trouxe o presidente do PSPB à Paraíba. De acordo com Cezar, a nova legenda “já vai nascer grande, com pelo menos três vereadores em Campina Grande e dois em João Pessoa, além de disputando as eleições para a Assembleia Legislativa no ano que vem com chances de eleger pelo menos um deputado”.

O presidente nacional explicou que o partido já obteve registro em seis estados (Rio de Janeiro, Pernambuco, Goiás, Rondônia, Sergipe e Bahia), e já concluiu a coleta de assinatura em outros quatro (Acre, Roraima, Amapá e Tocantins), além do Distrito Federal. “Faltam apenas cerca de 85 mil assinaturas para fecharmos os números necessários à obtenção do registro, e nós acreditamos que, com a ajuda do diretório estadual, nós chegaremos a esse total em menos de quarenta dias”, afirmou Nilson Domingues.

Ele afirmou que a linha ideológica do novo tem como foco principal “o combate à corrupção, a valorização aos servidores públicos e a implementação de políticas públicas voltadas a beneficiar a sociedade em geral”. Nilson ainda garantiu que, ao contrário do que ocorreu com outras legendas, o PSPB não será invadido por caciques políticos. “Na executiva nacional, não possibilitaremos a nenhum diretório que alugue a legenda ou que fique estagnado sem agir em prol da sociedade e dos servidores públicos”, assegurou.

2 comentários

PSPB/PE disse...

Se o ex-presidente presidente Nilson Domingues e Ex-agente de trânsito de Goiânia-GO, foi demitido a bem do serviço púclico publicado no diário Oficial do Município de Goiânia-Go,por corrupção ativa conforme publicado no diário oficial de Goiânia-GO, como ele vem falar em combater a CORRUPÇÃO O QUAL FOI DEMITIDO POR CORRUPÇÃO E OUTRAS PENALIDADE ADMINISTRATIVAS.veja esse link do diário oficial.http://www.goiania.go.gov.br/Download/legislacao/diariooficial/2009/do_20090505_000004604.pdf
http://www.aredacao.com.br/guia.php?noticias=8331

Grupo S.V.E.A disse...

O pspb e essas benditas assinaturas, que faltam no minimo 330.000.00 assinaturas ele gosta é de pedir contribuição e berrar, se o nome dele
constar nos requerimentos dos cartórios eleitorais ele vai te dar uma pernada. este partido não esta registrado graças a
Nilson Domingues.

.