“CPI da Maranata” é protocolada na Câmara Municipal com o apoio de 14 vereadores

A vereadora Ivonete Ludgério (PSB), líder da bancada governista na Câmara Municipal de Campina Grande, protocolou na manhã de hoje o requerimento propondo a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar os contratos da Prefeitura na gestão anterior com a empresa Maranata.

O requerimento foi subscrito por treze vereadores, além da própria Ivonete. São eles: Lula Cabral (PRB), Marinaldo Cardoso (PRB), Bruno Cunha Lima (PSDB), Murilo Galdino (PSB), Cícero Buchada (PTN), Vaninho Aragão (DEM), Miguel Rodrigues (PPS), Saulo Noronha (DEM), Jóia Germano (PRP), Sargento Régis (PMN), Nelson Gomes Filho (PRP), Napoleão Maracajá (PC do B) e Alexandre do Sindicato (PTC).

Três vereadores da base governista não assinaram o requerimento. São eles: Orlandino Farias (PSC), Galego do Leite (PMN) e Inácio Falcão (PSDB). De acordo com o Regimento Interno da Câmara Municipal de Campina Grande, para instauração de uma CPI, é necessário recolher assinaturas de pelo menos um terço (oito) do número total de vereadores (23). Aprovada a abertura da CPI, será definida a composição da comissão.

Nenhum comentário

.