Aesa vai pedir ao Governo Federal administração do Açude de Boqueirão


A Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa) realizou esta semana o Encontro Estadual de Recursos  Hídricos, para discutir a atual situação dos reservatórios existentes na Paraíba. O açude Epitácio Pessoa (Boqueirão) foi um dos temas centrais da discussão, visto que o reservatório é responsável pelo abastecimento de Campina Grande e outros municípios, além de manter várias áreas irrigadas, que, por determinação do Ministério Público, devem ser desativadas em breve. Boqueirão está atualmente com 55% de sua capacidade, fato que vem colocando as autoridades do setor hídrico em alerta.

Moacir Rodrigues, diretor da Aesa, disse que a agência defende que o Açude de Boqueirão seja administrado pela autarquia estadual, pois, segundo ele, só assim o órgão vai ter como dar um melhor acompanhamento e planejamento para o reservatório. Rodrigues destacou ainda que nos próximos dias terá audiência com o presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, e com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, para tratar desta questão. 

Atualmente, o açude Epitácio Pessoa é administrado pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DENOCS). “A partir do momento em que o Açude de Boqueirão comece a ser administrado pela Aesa, o órgão vai fazer um planejamento para acompanhamento, gestão e recuperação do reservatório. Como está no momento não podemos fazer muita coisa, a não ser o monitoramento do nível de suas águas”, concluiu Moacir Rodrigues.

Josinaldo Neves / Assessoria

Nenhum comentário

.