Para garantir retorno de João Dantas à Câmara, Ivonete poderá assumir Secretaria de Assistência Social

Embora ninguém ainda confirme – nem tampouco negue – publicamente, a suplente de vereadora Ivonete Ludgério, do PSB, atualmente exercendo o mandato, deverá assumir a Secretaria de Assistência Social do Município para que o segundo suplente, João Dantas (PSD), seja alçado ao exercício da vereança na Câmara Municipal de Campina Grande.

Ivonete voltou ao parlamento logo na primeira semana de janeiro, por conta da licença do titular, Tovar Correia Lima (PSDB), que foi convidado pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB) para a Chefia de Gabinete. Na legislatura passada, a vereadora, que é esposa do deputado estadual licenciado Manoel Ludgério (PSD), secretário de Desenvolvimento e Articulação Municipal do Estado, foi líder da bancada de oposição ao então prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

Nas eleições do ano passado, Ivonete totalizou 3.622 votos, deixando de garantir sua eleição por uma diferença de apenas 68 votos – Tovar obteve 3.690. Já João Dantas, o mais voraz oponente do governo peemedebista no parlamento municipal, voltou a não conseguir garantir a titularidade do mandato. Em 2008, ele havia ficado na primeira suplência, tomando posse definitivamente em 2011, quando Daniella Ribeiro (PP) renunciou para assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa.

No pleito de outubro do ano passado, Dantas recebeu 3.504 sufrágios. Durante a formação do secretariado do prefeito Romero Rodrigues, o nome do suplente chegou a ser cotado para a pasta da Cultura, tendo em vista que João Dantas é ator, cordelista e ativista cultural, mas o comando da secretaria acabou sendo entregue à professora Marlene Alves, ex-reitora da Universidade Estadual da Paraíba, na cota que coube ao seu partido, o PC do B.

Desde então, Romero deixou claro que faria o possível para levar João Dantas à Câmara Municipal. Conhecido por um estilo bastante ácido, que o levou a ser chamado por adversários de “língua de chumbo”, João Dantas repetia na última legislatura, sessão após sessão, uma série de acusações contra o então prefeito Veneziano. Alguns dos seus comentários acabaram rendendo processos que ainda tramitam na justiça, sobretudo interpostos pelo ex-prefeito.

A Secretaria de Assistência Social do Município, provável destino de Ivonete Ludgério, está com o cargo de secretário ainda vago, já que a deputada estadual Eva Gouveia (PSD), a quem Romero ofereceu a função, recusou o convite. No momento, quem responde pela pasta é o secretário adjunto, Rubens Nascimento.

Um comentário

Anônimo disse...

O povo reprovou João Dantas na Câmara, mas Romero contrariando a vontade popular o leva de volta.

.