Folha confirma que senadores mentem sobre voto para presidência. Entre os paraibanos, só Vital teria votado em Renan


O jornal Folha de São Paulo comprovou, através de uma enquete realizada com senadores, que parte daqueles que declararam votar em Pedro Taques, do PDT do Mato Grosso, na verdade, aproveitando-se da votação secreta, sufragou o nome de Renan Calheiros (PMDB/AL), que chegou à presidência apesar de estar na mira da justiça.

Em sua edição de hoje, o jornal registra: “Em enquete realizada pela Folha, 24 senadores asseguraram ter votado em Taques. Ou seja, a menos que tenham cometido um lapso coletivo em uma simples votação, pelo menos seis senadores mentiram”. O matogrossense recebeu apenas 18 votos, contra 56 de Renan.

À Folha, apenas 35 senadores admitiram ter votado no peemedebista. Entre os paraibanos, o único que confirmou ter sufragado o nome de Calheiros foi Vital do Rêgo (PMDB). Já Cássio Cunha Lima e Cícero Lucena (PSDB) afirmam ter votado em Pedro Taques.

Como a votação foi secreta, e como o jornal de São Paulo comprovou que alguns senadores tiveram, na hora do voto, uma posição diferente do que foi declarado publicamente, não há como ter certeza de qual foi o voto de cada um. São coisas da infame prática da votação secreta.

Nenhum comentário

.