Rômulo critica declarações de Veneziano e recomenda óleo de peroba. “É muita cara de pau”

O vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) saiu em defesa do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) e de gestores anteriores que estiveram à frente da Prefeitura de Campina Grande, criticando duramente as declarações do ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), que afirmou que o rombo encontrado por Romero na prefeitura seria herança de outros governos.

“Estou impressionado com o desmonte que esse povo, durante oito anos, promoveu na prefeitura. A situação que se encontra a rede de escolas, a rede de saúde, a infraestrutura da cidade. Ele (Veneziano) tem que se explicar não é nem quanto às dívidas, mas pela conduta que exerceu como prefeito”, afirmou o vice-governador.

Rômulo cobrou explicações do ex-prefeito a respeito do quadro geral da prefeitura no fim da sua gestão. “A situação em que Romero recebeu essa prefeitura é muito grave. Ele (Veneziano) não tem que fugir do foco, ele tem que explicar por que não pagou décimo terceiro, por que não pagou os salários de dezembro, por que não pagou fornecedores, os vales-transporte que desde outubro o pessoal não recebia, por que os servidores estão no Serasa por apropriação indébita das consignações”, disse.

O vice-governador subiu ainda mais o tom, e acusou Veneziano de tentar responsabilizar ex-prefeitos para fugir da própria responsabilidade. “Ele tem que cair na real, explicar e não ficar criando fatos. É preciso comprar um óleo de peroba. Muito cara de pau. O cara ter deixado uma situação em que deixou a prefeitura e ficar cobrando de lá de trás. Com pouco ele vai cobrar de Verniaud Wanderley e de outros. Ele tem que se explicar é dos últimos dez anos”, fustigou Rômulo.

“Graças a Deus que, apesar de tantas dificuldades, você nota que a cidade já melhorou, a limpeza da cidade, a iluminação pública, já começam a pavimentação e a recuperação da cidade. E o Governo do Estado tem sido um grande parceiro”, finalizou Rômulo Gouveia.

As declarações do vice-governador foram dadas em entrevista ao jornalista Josusmar Barbosa, o Manso, e veiculadas no Jornal 1050 da Rádio Caturité.

Nenhum comentário

.