Leia, na íntegra, discurso de posse do novo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues

Veja o texto lido por Romero durante sua posse:

Senhoras e Senhores,

Autoridades presentes,

Motivado pela fé, revigorado pela perseverança, tendo como princípio a honestidade, a humildade e a força de trabalho, lições essas que aprendi dos meus pais chegamos até aqui, baseado nesses ensinamentos ingressei na vida pública, com passagem na Câmara Municipal, Assembleia Legislativa e Câmara Federal.

A vida do homem público é repleta de desafios e ser Prefeito da minha cidade é uma honra muito grande, tornando-se a oportunidade e a condição ideal para servir à sociedade e contribuirmos decisivamente para o desenvolvimento do Município, alavancando um projeto inovador para a melhoria das condições de vida de todos os campinenses.

A caminhada eleitoral me levou, nos últimos meses, a falar ainda mais com minha cidade, com os nossos Distritos, e Zona Rural tão esquecida, ouvir e discutir com a nossa gente os seus inúmeros problemas. Conhecer as pessoas na intimidade de suas casas e conhecer as suas dificuldades me emocionaram muito e me fortaleceram para continuar a luta. Afinal, minha origem social não é tão diferente da maioria daqueles que necessitam das ações do poder público para atender aos interesses coletivos mais urgentes.

A cada encontro aumentava em mim a convicção que poderia me doar ainda mais a este povo, pois ele depositava em mim a esperança de solução dos seus problemas, principalmente no acesso a atenção básica tanto na saúde quanto na educação, e outras tantas questões de interesse da sociedade. Na indicação dos problemas e de suas soluções envolveram crianças, jovens, mulheres, homens e idosos que apresentaram para mim um diagnóstico fiel do nosso Município, contornado na moldura de suas emoções. O nosso projeto de desenvolvimento para Campina Grande se estruturou com as contribuições de todos.

Reconheço a responsabilidade que tenho. Hoje sou prefeito de todos, com as bênçãos de Deus, não apenas daqueles que nos acompanharam nas atividades de campanha, mas de todos indistintamente.

Desse modo, meu compromisso com o povo de Campina se consolidou no pacto que foi selado no exercício soberano da cidadania, com a escolha do meu nome e do vice-prefeito Ronaldo Cunha Lima Filho para gerir as políticas públicas que irão trazer inovação e desenvolvimento para Campina. Esse pacto foi legitimado pela história política que represento, pela força pessoal sempre disponível, sendo um gestor de interesses coletivos, com foco nas demandas daqueles que mais precisam do poder público.

Chego a este momento ainda mais convencido de que a Prefeitura tem que ser instrumento de melhoria de vida de quem mais necessita. Essa é sua função e obrigação maior. Só vale a pena ser prefeito para alterar o perverso quadro de desigualdades entre os que têm ou tiveram chances e os que às vezes sequer alimentam a esperança de tê-las. Deus me permitiu essa compreensão. Ele me concederá determinação, força e discernimento para realizá-la, superando obstáculos que são muitos e talvez inimagináveis.

Tenho a oportunidade e a possibilidade de representar os interesses coletivos do meu povo; para isto, desde o primeiro momento após a eleição do primeiro turno fiz um convite público a todos os cidadãos campinenses, aos que vivem e transitam por Campina e aos agentes políticos fossem eles aliados ou não, da composição de forças que construímos na nossa coligação, para que se juntassem a nós nessa tarefa de restaurar a Campina o legado de protagonista do Desenvolvimento Econômico e Social que se tornou uma marca da sua história, desde os Tropeiros da Borborema.

Reconheço a dimensão dos desafios que encontraremos e a exata fronteira dos meus limites. Mas sei também que não sonharei sozinho o sonho da mudança e da inovação, que são aspirações de uma cidade inteira assumidas nas urnas, sobretudo marcadas no coração e no sentimento coletivo de mudança que emergiu na nossa cidade, em nosso Município. Tenho consciência de que, nessa partilha de sentimentos, serei tão somente interprete desses sonhos de mudança e de inovação e estuário natural dos gestos, da esperança e da determinação dos campinenses, capazes de nos fazer imbatíveis e invencíveis sonhando e lutando juntos.

Acabaram as disputas partidárias, chegou a hora do trabalho por Campina. Pela tradição que o caracteriza, nosso Município é suficientemente grande para comportar todas as correntes políticas e partidárias, e comoventemente generosa para esquecer ou superar divergências, em nome do futuro. A Administração que hoje se instala não medirá esforços para que brigas e divisões que marcaram nosso cenário político, nos últimos anos, sejam apenas coisas do passado.
.
Deus me permitirá, nessa Administração, que os retrovisores nos sirvam apenas para aprender com o passado, nos acertos que é preciso aperfeiçoar, nos equívocos e desvios que é forçoso evitar. Da mesma maneira que temos a consciência de que Campina Grande não foi nem poderia ser feita em oito anos, temos o discernimento e a humildade de reconhecer que a data de hoje marca apenas a posse de um novo prefeito, não o ato de fundação ou refundação da cidade, mas a tomada de posição por um conjunto de ações que irão alavancar o um projeto de desenvolvimento no nosso Município.

A nossa Administração será voltada para o futuro. Não haverá revanchismos nem perseguições, mas a execução de todas as medidas necessárias para que a máquina administrativa atenda com mais eficácia as demandas da sociedade.


Campina é hoje o resultado do trabalho e do esforço coletivo de muitas administrações, que provavelmente cometeram erros, pois todos nós somos falíveis, porém que, com absoluta certeza, tiveram acertos e muitos acertos. Começaremos a Administração do ponto exato em que a Prefeitura nos está sendo entregue, até porque não serão trabalhos ou obras de um só governo, entretanto obras e serviços de Campina, que é preciso continuar e concluir.

Mudarão prioridades, mudarão caminhos e práticas, mudarão as formas de ver o presente e encarar o futuro, até porque o Município sinalizou seu desejo de mudança, com uma clareza que não deixou dúvidas, com uma firmeza que não permitirá vacilações, pois o povo não se divide em seus anseios e reivindicações.

Campina quer respostas para os seus problemas que são muitos, mas não perderemos tempo em apontar culpados, tomaremos decisões de imediato que trarão a normalidade ao município, pois compreendemos que é esta a nossa responsabilidade. E essa responsabilidade incontornável é o que as urnas nos entregaram como missão intransferível. Com humildade, contudo também com muita convicção e determinação, assumo todas as responsabilidades que Campina me confiou. Se erros e equívocos acontecerem, e peço a Deus para evitá-los ou diminui-los, a responsabilidade será unicamente minha. Campina não me verá transferir responsabilidades ou culpas.

Porém, é importante destacar as dificuldades iniciais que estão visíveis para toda a população, como atraso no pagamento de servidores, de décimo terceiro e salários do mês de dezembro, pendências no pagamento dos prestadores de serviço, atraso nas consignações das entidades filantrópicas, os empréstimos consignados, a questão da limpeza urbana, atrasos com fornecedores, obras paralisadas, problema de inadimplência no Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal (Cadin), entre outros desafios.

Neste aspecto fazemos um apelo à sociedade, às lideranças políticas, à Imprensa, aos servidores e à população no sentido de compreender as dificuldades iniciais e colaborar com a Administração neste recomeço.

Se ninguém ouviu de mim, nem mesmo na árdua campanha que disputamos críticas ou ofensas pessoais contra o meu antecessor, o senhor Veneziano Vital do Rego, também não as terá na nova Administração. Jamais seremos juízes de quem quer que seja; para isto, existem as instâncias burocrático-legais competentes. Só Campina terá o direito de fazer comparações. Só Campina e a história julgarão os governos que nos antecederam, na inteireza de seus acertos e em todos os atenuantes de seus equívocos.

Inicialmente, a nossa Administração porá em prática algumas providências emergenciais, quanto à questão da limpeza urbana, recuperação da infraestrutura viária, mutirão na área de saúde e retomada das obras paralisadas, vamos inovar com um projeto nosso que é a implantação da Alça Leste, interligando a BR-230 à Rua Gonçalves Dias que dá acesso ao Município de Massaranduba.

Comprometemos-nos ainda nos primeiros sessenta dias a implantar um novo Call Center na cidade gerando em torno de dois mil novos empregos e apoio na ampliação da empresa Alpargatas com a geração de mais de mil novas oportunidades de trabalho. Vamos adquirir mais dez novos ônibus escolares.

Construiremos mais trezentas novas cisternas para a Zona Rural, e daremos apoio emergencial ao homem do campo com abastecimento de água, além de estudos para a implantação de um Hospital Municipal e várias outras novidades para cumprir os compromissos de campanha.

O nosso compromisso com o funcionalismo será de pagar em dia, e instituir diálogo permanente com o SINTAB. Quanto às dívidas herdadas faremos um levantamento e anunciaremos posteriormente as providências que adotaremos dentro da capacidade financeira da Prefeitura.

Finalmente é chegada a hora de agradecer, pois reconheço que sozinho não iria a lugar algum:

Em primeiro lugar agradeço a Deus.

Agradeço ainda aos que me estenderam as mãos, para que mais seguro eu pudesse caminhar. Algumas cenas farão parte da minha memória para sempre. São cenas carregadas de muita emoção, verdade, entrega, doação, superação de limites e crença na mudança que foram expressas em olhares, falas e gestos de crianças, jovens, mulheres, homens, e pessoas mais vividas que me acompanharam nessa caminhada e nos dão a exata dimensão do significado dessa eleição, da responsabilidade e gratidão que temos ao povo.

Conterrâneos, Deus me permitirá que ao final do mandato, eu possa olhar para trás e dizer que seus passos não foram perdidos, suas emoções não foram em vão, nem frustraram as suas convicções de uma cidade melhor para todos. Agradeço aos que me abriram os seus braços em abraços, para que mais reconfortado eu me sentisse. Agradeço aos que rezaram e oraram comigo e por mim, me amparando com sua fé para que mais longe eu avançasse. Eles me infundiram sua própria esperança, para que mais forte eu estivesse.

Agradeço de coração a todos os colaboradores da campanha que estiveram conosco nas caminhadas, nas passeatas, nos debates, nos palanques, nos bastidores, na produção e gravação do guia eleitoral, no comitê jovem, no comitê central, colocando adesivos, distribuindo panfletos, no corpo-a-corpo, aos que me cederam espaço em suas casas e nos seus carros para exibir a propaganda, aos jornalistas, radialistas, e aos veículos de comunicação. Agradeço, sobretudo, ao que abriram espaços nos seus corações.

Agradeço indistintamente a todos os candidatos a vereador, aos que se elegeram e aos que ainda merecerão de Campina uma nova oportunidade de disputa. O apoio de cada um foi decisivo para a caminhada que nos trouxe até aqui.

O passo que hoje Campina Grande nos oferece é o resultado de uma longa e dura caminhada. Na absoluta impossibilidade de nominar todas as lideranças ou pessoas, entre os milhares com quem partilhamos sonhos e percalços, permitam-me que cite num agradecimento todo especial, ao senador Cássio Cunha Lima, liderança maior de nosso partido, porto seguro e esteio indispensável nessa batalha. Obrigado, senador Cássio!

Permita-me, de modo especial agradecer a dona Glória, e fazer uma referência particular e muito pessoal a um amigo que já não está fisicamente entre nós, mas que do lugar privilegiado que Deus lhe reservou por certo continuará nos guiando com seus ensinamentos e inspirando com seu exemplo. Refiro-me a Ronaldo Cunha Lima, que foi vereador, prefeito, deputado estadual e federal, governador e senador, mas, sobretudo poeta do Brasil, pelo talento com que Deus o privilegiou e pela inspiração que o povo lhe infundiu. Que Deus me permita sempre seguir o exemplo e os princípios, sobretudo o de que a política é feita como um sacerdócio.

A presença em nossa chapa, como vice-prefeito, do advogado e empresário Ronaldo Cunha Lima Filho é a explicitação do que para mim é uma verdade sempre presente e a todo instante vivida. Ronaldinho esteve sempre dedicado e cheio de entusiasmo e fez Campina reviver os áureos tempos do Poeta Ronaldo. A você o meu mais escolhido agradecimento.

Agradeço também aos meus tios, primos, cunhados, a Seu Júnior e a Dona Sônia e a todos os amigos.

Agradeço ainda de modo especialíssimo a minha família, a minha mãe Antonieta que se multiplicou em oração, trabalho e presença para que a orfandade, com a ausência física do meu pai Moacir, homem íntegro e de valores sólidos, não desfizesse os sonhos nem desmontassem nossos projetos de vida. Agradeço também aos meus irmãos Izabel, Moacir e Antonieta que sempre estiverem presentes na minha caminhada de homem público.

Com carinho agradeço a minha esposa Micheline, por todo amor, esforço, dedicação, companheirismo e gerenciamento da campanha, aos meus filhos Vítor e Vitória, por me compreenderem nas ausências, por sempre me fortalecerem na fé e no entusiasmo quando eu chegava desgastado fisicamente em nosso lar e vocês sempre estavam a me revigorar. Agradeço, in memoriam, a muitos que muito desejaram esse momento, mas que não puderam chegar a este instante. Agradeço a Deus, que não me faltou com a fé nem nos momentos mais duros dessa caminhada.

Meus senhores, Minhas senhoras,

Chegamos à Prefeitura com as alianças que transparentemente assumimos na campanha, em torno de programas claros e definidos. Estamos sendo desafiados a inovar, a ousar, a canalizar para a construção do futuro toda a esperança e toda a determinação do campinense, toda a sua criatividade e inventividade, mas para isto acontecer precisamos de parceiros porque ninguém faz nada sozinho.

Por Campina, vou continuar procurando, como já o fiz antes mesmo desta posse, o Governo do Estado, o Governo Federal, nossas universidades públicas, faculdades privadas, empresas, organizações da sociedade civil, entidades e órgãos de classe, movimentos sociais em busca de quem possa ajudar Campina a trabalhar em paz e crescer mais independente de questões partidárias e ideológicas. Não importa o projeto político desses parceiros em potencial, Campina a ninguém terá como adversário. Da mesma forma como jamais pediremos a funcionários, colaboradores e a nenhum cidadão atestados ideológicos, provas de alinhamento político ou partidário, a ninguém será pedido que decline de seus projetos ou abdique de suas posições para firmar parcerias com Campina.

Quando unidos pelo desejo de apoiar e fortalecer o Município, todos seremos iguais diante de seu futuro.

Peço, com muita humildade, a imprescindível colaboração da Câmara Municipal, fundamental e decisiva para a Administração, dentro do modelo de democracia representativa, de harmonia e independência dos Poderes, consagrados por nossa Constituição. O Poder Legislativo será tratado com a consideração que merece os que receberam nas urnas, junto com o mandato da soberania popular e da independência, a corresponsabilidade pela solução de problemas e desafios que são da cidade inteira, não apenas do Poder Executivo.

Por fim, peço com muita humildade, a colaboração indispensável de todo o funcionalismo público, inclusive dos prestadores de serviço, para os quais buscaremos políticas que aumentem a autoestima e criem perspectivas de valorização; desse modo, todos eles poderão desempenhar, com melhores resultados, o papel de elo mais próximo e imediato entre a Administração e o cidadão campinense.

Portanto, é nossa missão utilizar todos os recursos financeiros, humanos e institucionais da Prefeitura como instrumentos de justiça social, em benefício da cidadania e isto é a obra maior que o presente nos exige e a história nos impõe e que, com sua infinita bondade, Deus nos permitirá construir.

Vice-prefeito Ronaldo Filho, secretários, integrantes da Administração, meus amigos: seguindo os ensinamentos do Poeta, que Deus nos permita, ao final do mandato que agora se inicia, iremos repetir para nossa cidade, para todo o Município e para as nossas consciências: Campina mudou. Nós, não!

Ao trabalho, muito trabalho por Amor à Campina!

Romero Rodrigues Veiga

Nenhum comentário

.