Araújo diz que avaliação do Dieese é bem vinda e que acesso à contabilidade da PMCG está bloqueado

O coordenador de Comunicação da Prefeitura de Campina Grande, José Araújo, afirmou que a atual gestão não tem qualquer receio em relação à avaliação que deverá ser promovida pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos) nas contas do Município.

Os serviços do Dieese foram contratados pelo Sintab, por conta da divergência de informações do governo anterior e o atual quanto ao saldo das contas da PMCG no início do ano. “Nenhum receio da nossa parte. Pelo contrário. Nós é que estamos solicitando auditorias e intervenções”, garantiu Araújo.

O coordenador também revelou que o atual governo ainda não conseguiu ter acesso completo à contabilidade do Município porque a empresa responsável pelo serviço na gestão anterior bloqueou as senhas.

“As pessoas perguntams para onde foi o dinheiro do Ipsem, o que foi feito com o dinheiro do vale transporte, os valores descontados nos contracheques dos consignados, como a gente ainda não sabe para onde foi. A gente não tem condição de saber porque não estamos tendo acesso à contabilidade da prefeitura”, declarou.

Conforme Araújo, o problema teria sido gerado por falta de pagamento pelos serviços de contabilidade. “Foi contratada uma empresa de contabilidade pelo governo anterior, uma empresa de São Paulo, que recebeu um calote e simplesmente bloqueou as senhas. Vamos ter que recorrer à justiça para poder ter acesso à contabilidade”, complementou.

Nenhum comentário

.