Presidente do PCdoB campinense diz que direção nacional não deliberou sobre aliança com PSDB

A nota abaixo foi enviada pelo presidente do PCdoB campinense, Everaldo Catão, e assinada ainda pelos comunistas Ivam Freire e José do Nascimento Coelho. veja o texto, na íntegra:
.
PREZADO JORNALISTA LENILDO FERREIRA

Vimos esclarecer que não houve reunião de órgão nacional do Partido Comunista do Brasil para discutir a participação na administração do PSDB em Campina Grande. Portanto, não é correta informação, que lhe foi repassada, de que essa participação tem o aval da Direção Nacional do nosso partido.

Esclarecemos também que não concordamos com a participação do PCdoB no governo Romero, por entender que vai de encontro ao projeto nacional do partido. O PcdoB apoia o governo Dilma, que dá continuidade ao ciclo histórico iniciado com a eleição de Lula, quando o Brasil ingressou em um novo processo de desenvolvimento com afirmação da soberania nacional e inclusão social. Em decorrência, nosso país ostenta baixíssimo índice de desemprego e grande movimento de ascensão social.

É preciso, pois, avançar nas conquistas obtidas e reeleger a presidenta Dilma. A atividade institucional do partido deve estar vinculada a esse objetivo O PcdoB não pode, consequentemente, participar de um governo do PSDB, o principal adversário de nosso projeto. Defendemos a manutenção da independência política, tática assumida desde o lançamento da candidatura de Marlene Alves à prefeitura de Campina Grande.

E que se mostrou acertada com a eleição de um vereador, o camarada Napoleão Maracajá. É evidente que não temos razão para mudar uma tática vitoriosa. Não há mudança na conjuntura política da cidade que justifique o abandono da independência política e adesão ao governo municipal tucano.

Participar do governo do PSDB seria ajudar nosso principal adversário. Significaria fortalecer quem combate sem tréguas o governo Dilma e o próprio povo brasileiro, como ficou demonstrado no episódio da renovação das concessões de energia elétrica.

O PCdoB é um partido uno, orientado nacionalmente na luta pelo desenvolvimento do Brasil e pelo SOCIALISMO. Não é um aglomerado de feudos locais. Ele não faz políticas paroquias. Faz sim, uma politica unitária para transformar a sociedade, baseado em um projeto nacional. Indubitavelmente, a atuação local deve estar sintonizada com esse projeto.

Aproveitamos a oportunidade para refutar a acusação de sermos alinhados com o Sr. Veneziano Vital do Rego. A prova da falsidade dessa invectiva é que nos manifestamos nas redes sociais contra o não pagamento dos salários e o presidente do partido esteve presente em manifestações dos servidores da prefeitura, inclusive fazendo uso da palavra. Nosso único interesse é defender a tática política do PCdoB a coerência e a credibilidade partidária.

Estamos tranquilos porque sabemos que, no futuro, a História nos dará razão.

Campina Grande, 30 de dezembro de 2012
.
Everaldo Torres Catão
(presidente do PcdoB de Campina Grande membro do Comitê Estadual)
.
José do Nascimento Coelho
(membro do comitê municipal de CG e do estaduaal)

Ivam Freire da Silva
(membro do comitê municipal de CG)

Nenhum comentário

.