Nilda e Vitalzinho receberão "mandatos" de Vital do Rêgo e Pedro Gondim, cassados pela ditadura

Informações da assessoria:
 
A deputada Federal Nilda Gondim (PMDB-PB) e o senador Vital do Rêgo representarão o ex-Deputado Federal Vital do Rêgo e o ex-Deputado Federal Pedro Moreno Gondim em sessão solene a ser realizada nesta quinta-feira (06), às 15h, no Plenário Ulysses Guimarães, da Câmara Federal. Na oportunidade, haverá a devolução simbólica de mandatos de políticos cassados pela Ditadura Militar.

Segundo Nilda Gondim, a Câmara dos Deputados corrigirá uma injustiça praticada pelo regime de exceção que governou o país de março de 1964 a março de 1985. Na oportunidade, serão devolvidos, simbolicamente, os mandatos populares dos 173 deputados federais cassados pela ditadura militar.

Deste total, 28 ainda estão vivos. A homenagem é uma iniciativa da Comissão Parlamentar Memória, Verdade e Justiça, criada pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, presidida pela deputada Luiza Erundina (PSB-SP) e instalada em março de 2012 para fornecer informações e fiscalizar os trabalhos da Comissão Nacional da Verdade.

Foram os seus integrantes que sugeriram a homenagem aos 173 deputados federais cassados por atos de exceção, entre 1964 e 1977, sem o devido processo legal. O evento pretende resgatar a memória e a importância desses parlamentares eleitos pelo povo e impedidos de exercer o mandato por atos da ditadura. Na sessão, os mandatos serão entregues em forma de diploma e broche de uso parlamentar.

Nilda Gondim falou do “sofrimento que foi para minha família e para a Paraíba a cassação de dois dos 173 parlamentares: o meu esposo, Deputado Vital do Rêgo; e o meu pai, Deputado Pedro Gondim, ambos cassados no mesmo dia, 13 de janeiro de 1969, quando a mão da Ditadura arrebatou das mãos do povo os seus mandatos”.

Segundo ela, a família inteira sentiu a cassação. “Marcou demais. Num sentido amplo, mais do que ter marcado nossa família, o ato de cassação foi um duro golpe nos brasileiros. A devolução simbólica dos mandatos é um atitude justa e merecida a todos os cidadãos que, eleitos pela vontade popular, perderam seus direitos políticos por defender as liberdades democráticas como dignos representantes do povo”.

A Deputada disse ainda que estará presente na sessão ao lado do filho, Senador Vital do Rêgo; e do neto, Vital do Rêgo Neto. “Meu esposo e meu pai não estão mais entre nós. Participarei da sessão com meu filho, Senador Vital do Rêgo, para receber o reconhecimento, em nome do seu pai e do seu avô. E do meu neto, Vital do Rêgo Neto, para também fazer parte deste momento histórico e tão importante para o País”.

Assessoria do senador e da deputada

Nenhum comentário

.