Presidente da Famup afirma que política do governo federal para a seca está equivocada

O presidente da Famup, Buba Germano, denunciou que os nordestinos habitantes do Semiárido estão sendo vítimas da burocracia nas ações de combate aos efeitos da seca. Segundo ele, o governo da Paraíba e os prefeitos estão alugando carro-pipa para suprir a deficiência na distribuição de água que é responsabilidade do governo federal.

“Não se trata de crítica ao governo da presidente Dilma Rousseff e sim crítica a um programa de governo, que está burocratizado e não funciona em favor dos sertanejos”, diz o presidente da Famup. Para ele, os prefeitos estão gastando dinheiro das prefeituras para alugar carro-pipa em municípios do interior.

Buba lembra que os meses de novembro e dezembro são os mais graves para os sertanejos. “Em Picuí nós estamos com mais quatro carros-pipas pagos com recursos do erário municipal. Estamos atendendo às comunidades da zona rural, porque os carros alugados pelo Exército não dão conta do abastecimento”, afirma.

Segundo o presidente da Famup, há uma deficiência muito grande por parte da Conab na distribuição de alimento para o rebanho bovino da Paraíba. A Conab só tem três pontos de distribuição de alimentos e ração: João Pessoa, Campina Grande e Patos.

O governador Ricardo Coutinho pediu à direção da Conab para montar uma base de distribuição na cidade de Picuí. “Nós já recebemos a visita de funcionários da Conab e vamos agilizar para montar esse ponto de distribuição de alimentos na minha cidade”, avisa.

No dia 13 os prefeitos vão fazer uma manifestação em Brasília e um dos temas, segundo ele, será esse problema que o Nordeste vem passando. “Nós não queremos criticar ninguém. Nós queremos ser parceiros, mas nesse momento há uma política pública equivocada”, observa.

Fonte: Famup

Nenhum comentário

.