Luto nos Bombeiros: Aos 36 anos, morre o comandante major Fábio Santos

A cidade foi tomada de surpresa na noite desta terça-feira com a notícia da morte do major Fábio Santos, comandante do II Batalhão de Bombeiros Militar. Ele estava internado no Hospital Dom Luiz Gonzaga Fernandes, o Trauma, desde o dia 22 de setembro, quando envolveu-se em um acidente na BR230, próximo do distrito de Santa Terezinha.

O major passou três semanas na Unidade de Terapia Intensiva, mas apresentou melhora e passou para a enfermaria do hospital. Mas, no fim de semana, o estado de saúde do bombeiro deteriorou-se e ele precisou retornar à UTI. De acordo com as informações, o quadro acabou evoluindo para falência do fígado e parada cardiorrespiratória. Fábio Santos tinha 36 anos.

O acidente envolvendo o militar ainda está sendo investigado. À época, um agente da Polícia Rodoviária Federal chegou a informar que dentro do carro dirigido pelo major havia bebidas alcoólicas, e tanto a carteira de habilitação quanto o licenciamento do veículo estavam vencidos. O automóvel conduzido pelo comandante entrou na contramão e colidiu de frente com outro veículo, ferindo duas pessoas.

Pelo Twitter, o comandante do II Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Souza Neto, lamentou a morte do colega. “É com muito aperto no coração que recebo a notícia do falecimento do Major Fábio. Que Deus te guarde em um bom lugar, amigo. Major Fábio sempre será lembrado pelas suas ações em Campina Grande e seu espírito abnegado e de liderança”, afirmou Souza Neto.

Nenhum comentário

.