PB vai receber R$ 97 milhões do Governo Federal para obras de adutoras e sistemas de abastecimento

O Governo federal vai investir R$ 97 milhões em obras de abastecimento  que vão preparar o Estado para convivência com a seca. O anúncio foi feito pela presidenta Dilma Rousseff nesta sexta-feira (9), em Salvador (BA), durante a 16ª Reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

O termo de compromisso para o início das obras foi assinado pelo ministro da Integração, Fernando Bezerra, pelo presidente da Funasa, Gilson Queiroz, e pelo governador Ricardo Coutinho. Os ministros da Integração, Fernando Bezerra; das Cidades, Aguinaldo Ribeiro; e da Comunicação, Helena Chagas, e o secretário executivo do PAC na Paraíba, Ricardo Barbosa, participaram da reunião.

Obras

O Ministério da Integração vai disponibilizar R$ 1,06 bilhão em 33 empreendimentos no Nordeste e Minas Gerais. Outros R$ 656,2 milhões serão liberados pelo Ministério das Cidades para 22 obras. A Funasa vai contemplar mais 22 projetos, com R$ 108 milhões de investimento.

A Paraíba foi contemplada pelo Ministério da Integração Nacional com quatro sistemas de adutoras no valor de R$ 71 milhões e mais R$ 26 milhões dentro do PAC Funasa para construção de sistemas de abastecimento de 25 municípios. As adutoras que serão construídas são a de Boqueirão (R$ 22,2 milhões); Camalaú (R$ 21, 9 milhões), Natuba (R$ 18,9 milhões) e III etapa do Congo (R$ 7,9 milhões).

A presidenta Dilma Rousseff, em seu discurso, reconheceu o esforço de todos os governadores do Nordeste e do governo Federal diante de uma seca implacável. Ela destacou que o Governo trabalha na perspectiva de evitar que em outros períodos de estiagem o país fique indefeso por falta de obras que garantam segurança hídrica.

Dentre as medidas anunciadas nesta sexta-feira (9) pela presidenta Dilma Rousseff estão a assinatura da Medida Provisória ampliando a Garantia Safra para R$ 952,00 e a ampliação da Bolsa Estiagem de R$ 400,00 para R$ 550,00. A presidenta também atendeu as reivindicações dos governadores Ricardo Coutinho e Eduardo Campos para o Governo federal garantir a venda subsidiada da ração animal.

“Conseguimos fazer uma ação articulada com todos os governadores do Nordeste e quero reafirmar que nestes 6 meses conseguimos superar a maioria dos problemas, mas ainda temos muitas questões para enfrentar neste período de seca que deve se prolongar até os primeiros meses de 2013”, destacou a presidenta.

O governador Ricardo Coutinho disse que estas são ações importantes que estão sendo construídas conjuntamente entre os Governos federal e estaduais desde abril deste ano, focadas na diminuição do impacto da forte estiagem no Nordeste. “Neste contexto temos medidas emergenciais importantes do ponto de vista do socorro das pessoas e do rebanho, como a incorporação pela presidenta Dilma da distribuição subsidiada de ração animal que estamos fazendo de forma pioneira na Paraíba”, explicou Ricardo.

Em seu pronunciamento, o governador Ricardo Coutinho reconheceu o esforço do Governo federal para minimizar os efeitos da seca, mas solicitou reforço para manutenção do rebanho diante de um quadro no qual pequenos criadores muitas vezes têm que vender seu gado quase de graça para criadores de outros Estados. Para ele, a situação sensibilizou a presidenta, que determinou a incorporação da venda da ração subsidiada da ração animal e também do milho. “Isso é algo muito bom, uma esperança a mais para os nossos produtores e vem a se somar a todo o esforço que o nosso governo vem fazendo”, disse.  

Ricardo Coutinho enfatizou que o governo federal também está sensível as obras que vão garantir a segurança hídrica e assumiu o compromisso de construir quatro adutoras e projetos de abastecimento de 25 municípios paraibanos que sofrem com a falta de água. Ele destacou que outro avanço é a garantia do ministro Fernando Bezerra de que irá adquirir perfuratrizes para recuperação de poços que serão repassados para os Estados atingidos pela estiagem.

Abastecimento

Os 25 municípios que serão beneficiados com sistemas de abastecimentos dentro do PAC Funasa são: Princesa Isabel (R$ 9,4 milhões); Água Branca, Coxixola, Desterro, Imacuada, Manaíra, São José dos Cordeiros (R$ 11,4 milhões); Aguiar, Bom Jesus, Cachoeira dos Índios, Cajazeirinhas, Nazarezinho, Riacho dos Cavalos, São J. da Lagoa Tapada, São J. do Espinharas, São J. do Sabugi e Triunfo (R$ 2,4 milhões) e Conceição, Emas, Ibiara, Igaracy, Malta, Patos, Piancó e Santana de Mangueira (R$ 3,1 milhões).

Fonte: Secom/PB

Nenhum comentário

.