Durante audiência da LOA, presidente de SAB critica atraso de vereador e o manda "ter mais modos"

As audiências da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LOA) mais uma vez se desenrolam de modo prolixo, enfadonho e pouco eficiente. A dinâmica em vigor faz com que perguntas se acumulem às dezenas, para só depois serem respondidas pelos gestores, e permite que representantes do Orçamento Participativo se percam em ilações intermináveis.

Incomodado com a dispersão do debate e a prolixia de algumas falas, o vereador Cassiano Pascoal (PMDB) fez um pedido ao presidente da Comissão de Finanças, vereador Antônio Pereira (também PMDB), solicitando que não fosse permitido que a discussão decaísse para um debate sobre o “sexo dos anjos”.

O comentário irritou alguns membros do OP, que se sentiram cerceados em suas falas. O que se mostrou mais enfezado foi o presidente da Sociedade de Amigos do Bairro da Conceição, Jobson Alves (foto), que não mediu palavras. “O vereador Cassiano Pascoal, quando não é faltoso, chega atrasado. Ele deveria ter mais modos para lidar com esse povo que tanto trabalha em prol desta cidade”, detonou.

O clima de constrangimento tomou conta do plenário e Antônio Pereira limitou-se a responder que o comentário estava registrado. Alvo da irritação do membro do OP, Cassiano Pascoal preferiu não responder a crítica.

Um comentário

Anônimo disse...

Achei muito louvavel o puxao de orelha que o presidente da sabe da conceiçao deu neste vereador, mostrando a ele que alem de suas responsabilidades ele tem no minimo que se respeitar, valeu.

.