Após quatro eleições em quatro partidos, para onde vai Walter Brito Neto?

Na semana passada, o ex-deputado federal Walter Brito Neto usou o Twitter para reclamar do tratamento que recebeu no PMDB, para onde migrou no ano passado, e anunciou que está de saída. “Quero comunicar a todos os amigos e fieis seguidores da Paraíba que nos próximos dias estarei me desligando dos quadros do PMDB”, disse.

Justificou que a decisão teria sido tomada “após ser preterido pelo PMDB campinense do processo de escolha para sucessão municipal, onde por várias vezes fui pressionado a silenciar”. Confirma, portanto, que suas declarações extremamente ácidas na fase de pré-campanha foram interrompidas por ordem da cúpula da legenda.

Apesar de não esconder de quem teriam partido estas ordens, e mesmo tendo as acatado, evita confrontar o chefe peemedebista diretamente. “O prefeito Veneziano continuará a ter o meu respeito, seja no exercício do mandato ou fora dele, mas não vou jamais calar os meus lábios. A liberdade é uma das conquistas mais nobres do ser humano, é lamentável ver tanta opressão e manipulação reinarem ainda em nossos dias”, filosofou.

Fica uma pergunta: para onde vai Walter Brito Neto? Aos 30 anos, o jovem político já disputou quatro eleições, cada uma por um partido diferente. No ano 2000, foi candidato a vereador pelo PDT. Em 2004, elegeu-se vereador por média, já figurando nos quadros do PSDB.

Dois anos depois, filiado ao PFL (hoje DEM), com uma pequena votação, ficou na suplência para a Câmara Federal. Acabaria assumindo o mandato e o perdendo pouco depois, enquadrado na infidelidade partidária por ter trocado de legenda, migrando, após as eleições, para o PRB.

Em 2010, tentou repetir a façanha e, enfrentando até mesmo o próprio pai, pelo PRB foi candidato a deputado federal. Mas, desta vez, não chegou nem perto e ainda ficou atrás do pai. No ano seguinte, deixou o PRB e passou para o PMDB, sonhando com uma mais que improvável indicação para disputar a prefeitura.

E, agora, para onde vai Walter Neto, o homem que, após calar, prometeu não mais calar? Qual será o partido à altura para recebê-lo e abrir o espaço que ele acredita ser merecedor? Aliás, sem nenhum demérito pessoal, um dos impedimentos ao sucesso do ex-deputado parece residir no fato de que, politicamente, "Waltito" mostra julgar-se maior do que é efetivamente é.

2 comentários

Hanumtin disse...

Que pena que , por educação, não posso dizer pra onde ele vai !

Hanumtin disse...

Lenildo você disse tudo em seu texto esse rapaz é um deslumbrado infantil, colocaram na cabeça dele que ele tem potencial para liderança e ele vive e leva a sério essa fantasia juvenil. Não gosto inclusive da politica da família dele que sempre fez de igrejas seu curral eleitoral em troca de passeios de ônibus de luxo.Esse eterno menino é uma piada !

.