Juiz critica uso de fala de Lula em inserções do PSDB e suspende propaganda

Os advogados da coligação “Campina segue em frente”, da prefeitável peemedebista Tatiana Medeiros, recorreram à Justiça Eleitoral contra o uso de um discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em inserções do candidato tucano Romero Rodrigues, e o juiz Ruy Jander Teixeira da Rocha determinou, liminarmente, a imediata suspensão da propaganda.

A inserção traz uma fala de Lula, em data não informada (provavelmente da época em que ainda era presidente), na qual o petista, em síntese, afirma que o Governo Federal não deixa de celebrar parcerias com municípios que tenham prefeitos de partidos adversários.

O uso do discurso do ex-presidente seria uma resposta dos tucanos a insinuações de que a cidade poderia sofrer retaliações do Palácio do Planalto caso seja governada por um prefeito de oposição.

Em seu despacho, contudo, Ruy Jander tratou a propaganda como “um caso totalmente inusitado”, e condenou o uso das imagens do petista. “A propaganda se apresenta, numa primeira análise, como apropriação de imagem de um líder do PT, que apoia outra candidatura nesta cidade, sendo absolutamente enganoso para a população e afrontoso à norma eleitoral a utilização na propaganda eleitoral de uma outra Coligação de mensagens e imagens de pessoas filiadas a outro partido político, o qual apoia abertamente outra candidatura concorrente”, declarou o magistrado.

O mérito da ação ainda deverá ser julgado e os advogados do PSDB podem recorrer da decisão ao Tribunal Regional Eleitoral.

Nenhum comentário

.