São Bento: Pesquisa do Eticovox, que pertenceria a marqueteiro de um dos candidatos, gera polêmica

Uma pesquisa realizada pelo pouco conhecido instituto Eticovox em São Bento, Sertão paraibano, tem gerado muita polêmica naquela cidade. O levantamento foi contratado pela empresa MG1 Comunicação Digital e publicado pelo portal PB1, de propriedade da empresa 9Ideia Comunicação.

A pesquisa, divulgada na semana passada, ouviu 419 eleitores e mostrou o candidato Jullys Roberto (PMDB) liderando as intenções de voto, com 47,1%, contra 41,1% do candidato Gemilton Souza, do PR. Mas, há um detalhe expressivo: a margem de erro é altíssima, 4,8% - o que implica em um empate técnico entre os dois concorrentes.

Uma pesquisa do instituto Consult publicada pelo Sistema Correio dois dias antes mostrava Gemilton com 60,87%, contra 36,52% de Jullys. A diferença apresentada nos dados do Eticovox deixou eleitores de Gemilton revoltados.

De acordo com portais sertanejos, a alegação dos militantes do PR é de que o Eticovox, sediado em Recife, pertenceria à empresa 9Ideia, assim como o portal PB1, e a 9Ideia, do publicitário Lucas Sales, seria, de acordo com aliados de Gemilton, a responsável pelo marketing da campanha de Jullys Roberto, que é filho do deputado estadual Márcio Roberto.

No próximo domingo, os eleitores de São Bento poderão tirar a prova dos nove a respeito das polêmicas pesquisas.

O espaço no blog está aberto para a manifestação dos citados, inclusive Lucas Sales e a 9Ideia.

Nenhum comentário

.