Em Cubati, justiça manda polícia investigar captação ilícita de sufrágios e conduta vedada

Os prefeitáveis Dr Luiz e Dudu
Assim como em 2008, as eleições deste ano na cidade de Cubati fazem o pequeno município, que tem menos de seis mil eleitores, pegar fogo. Há quatro anos, em meio a inúmeras denúncias de crimes eleitorais, houve até registros de agressões físicas. Este ano, disputam o pleito majoritário o governista Doutor Luiz (PSD) e o candidato de oposição Dudu (PMDB), que concorreu e perdeu em 2008 para Dimas Pereira.

Na semana passada, houve um incêndio em parte da casa de uma candidata a vereadora. Pessoas ligadas à candidata acreditam na possibilidade de crime por ação política, mas nada foi confirmado pela polícia.

No fim de setembro, o juiz Jailson Shizue Suassuna, da 23ª Zona Eleitoral, remeteu inquérito à Polícia Federal, para investigar a eventual prática de captação ilícita de sufrágios.

O magistrado ainda indiciou, através do processo 45805, o candidato a vereador Adairton Macedo de Araújo. Dito, como é conhecido, pertence à coligação “Cubati para todos”, que na majoritária é encabeçada por Doutor Luís.  

A justiça ainda apura a provável prática de conduta vedada (processo 46934), envolvendo José Antônio Machado, motorista de um ônibus escolar que teria sido usado, segundo denúncia da oposição, na campanha do candidato de situação.

O espaço do blog está aberto, através do e-mail lenildoferreira@gmail.com, para ampla manifestação de todos os citados direta ou indiretamente.

2 comentários

Anônimo disse...

O INCÊNDIO NA CASA DA VEREADORA NÃO TEVE NADA HAVER COM POLÍTICA E SIM TEM HAVER COM PROBLEMAS CONJUGAIS.

Anônimo disse...

O INCÊNDIO NÃO TEM NADA HAVER COM POLÍTICA LOCAL E SIM COM PROBLEMAS CONJUGAIS.

.