Confira como ficam as bancadas partidárias na Câmara Municipal de Campina Grande


O desempenho do PMDB na eleição proporcional ficou bem aquém do esperado. A coligação “Campina segue em frente I”, formada pela legenda e pelo PR, elegeu apenas quatro vereadores (havia quem falasse até em sete), todos peemedebistas. Com isso, Rodolfo Rodrigues (PR), atual líder governista, não se reelegeu, assim como Marcos Raia, Antônio Pereira e Cassiano Pascoal (os três do PMDB).

Ainda assim, com quatro vereadores eleitos (mesmo número de 2008), a sigla peemedebista conseguiu formar a maior bancada. Já o PSDB, que havia elegido três parlamentares no último pleito municipal, manteve o número. O PRP, que também havia feito três, ficou agora com dois.

Por outro lado, o PMN, que não tinha representantes na Casa de Félix Araújo, agora conta com três. Caso semelhante ao do DEM, PSC e PRB. No geral, a Câmara ficou mais heterogênea em relação a sua composição partidária. Em 2008, as dezesseis cadeiras ficaram divididas entre nove partidos. Agora, são doze. Veja como ficou:

Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) – 04 vereadores

Pimentel Filho
Olímpio Oliveira
Metuselá Agra
Ivan Batista

Partido da Mobilização Nacional (PMN) – 03

Rodrigo Ramos
Galego do Leite
Sargento Régis

Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) – 03

Bruno Cunha Lima
Inácio Falcão
Tovar Correia Lima

Partido Republicano Progressista (PRP) – 02

Jóia Germano
Nelson Gomes Filho

Democratas (DEM) – 02

Saulo Noronha
Vaninho Aragão

Partido Republicano Brasileiro (PRB) – 02

Marinaldo Cardoso
Lula Cabral

Partido Social Cristão (PSC) - 02

Lafite
Orlandino

Cinco partidos com 01 representante: PSB, PTN, PTC, PPS e PC do B

Murilo Galdino (PSB)
Buchada (PTN)
Alexandre do Sindicato (PTC)
Professor Miguel Rodrigues (PPS)
Napoleão Maracajá (PC do B)

Nenhum comentário

.