Ministro nega seguimento a recurso e confirma Joventino fora da disputa em Barra de Santana

Em decisão monocrática, o ministro Marco Aurélio de Mello, do Tribunal Superior Eleitoral, negou seguimento ao recurso apresentado pelos advogados da coligação “Unidos para crescer”, encabeçada por Joventino Ernesto do Rêgo, o Joventino de Tião (PSC), que tentava disputar a prefeitura de Barra de Santana.

Com isso, a disputa ficará mesmo entre Anninha Ludgério (PSB), da coligação “Barra de Santana no rumo certo”, e David Abílio (PRTB), da coligação “Renova Barra de Santana”.  Joventino é irmão do prefeito de Queimadas, Carlinhos de Tião, e do deputado estadual Doda de Tião.

O candidato do PSC foi barrado pelo juiz Edivan Rodrigues Alexandre, da 62ª Zona Eleitoral, que acatou ação de impugnação interposta pela coligação “Barra de Santana no rumo certo”, segundo a qual Joventino não tem domicílio eleitoral na cidade em que pretende disputar a eleição majoritária.

Acontece que o irmão de Carlinhos e Doda não teria conseguido comprovar a existência de vínculos com o município de Barra de Santana. A transferência do seu domicílio de Queimadas para Barra foi negada pelo TRE. A corte estadual já havia mantido a sentença de primeiro grau, e o recurso, agora, foi rejeitado pelo TSE.

Nenhum comentário

.