Com três condenações, Rádio Cariri já acumula mais de R$ 85 mil em multas

O juiz Ruy Jander Teixeira da Rocha, da 17ª Zona Eleitoral, coordenador da propaganda de mídia e internet, impôs na semana passada a terceira multa contra a Rádio Cariri AM, de propriedade do ministro Aguinaldo Ribeiro (Cidades) por conduta vedada (difusão de opinião contrária e agressiva a candidato).

Assim como na primeira condenação, o valor da multa é de R$ 21.282. Somando as três sanções (a segunda foi de R$ 42,5 mil), já são mais de R$ 85 mil em multas à emissora.

Desta vez, a ação foi interposta pelos advogados do prefeitável Alexandre Almeida (PT), os quais alegaram que, durante programa do dia 22 de agosto, os radialistas Dagoberto Pontes e Júnior Gurgel “teceram comentários maldosos ao representante, bem como a decisões judiciais, favorecendo de forma enganosa a candidata Daniella Ribeiro”.

Ainda conforme os advogados, os radialistas teriam se mostrado “inconformados com a decisão judicial que confirmou a candidatura do representante pelo PT, utilizando-se de espaço no referido programa para, além de denegrir a imagem do candidato, demonstrar de forma cristalina o interesse pela referida candidatura (Daniella), expondo suas ideias voltadas diretamente ao apoio de uma candidatura, se solidarizando com a candidata, de forma a ferir o princípio da isonomia”.

O juiz Ruy Jander acatou o recurso e sentenciou: “Resta evidente, no presente caso, que a emissora de rádio representada, em sua programação normal, emitiu opinião contrária de forma grosseira e ofensiva ao candidato pelo PT, Alexandre Costa de Almeida, infringindo o disposto no art. 45, III da Lei das Eleições”.

Como ocorreu nos demais processos contra a rádio, o magistrado determinou a investigação de eventual prática de abuso do poder econômico e de uso indevido dos meios de comunicação social. Cabe recurso contra a decisão de primeiro grau.

Indeferimento

Em sentença prolatada no último dia 06, Ruy Jander negou provimento a mais uma ação dos advogados da coligação “Campina segue em frente”, da prefeitável Tatiana Medeiros, contra a Rádio Cariri AM e o radialista Edson Pereira.

Nenhum comentário

.