Prefeitáveis de Campina arrecadaram quase R$ 394 mil e gastaram R$ 269 mil

Juntos, seis dos sete candidatos a prefeito de Campina Grande arrecadaram um total superior a R$ 394 mil durante o primeiro mês de campanha. É o que revelam os dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral referentes à primeira prestação de contas de campanha dos candidatos. Sizenando Leal, do PSOL, foi o único entre os sete postulantes ao executivo municipal que ainda não apresentou o balanço de receitas e despesas à Justiça Eleitoral.

Até agora, a campeã de arrecadação é Daniella Ribeiro (PP), da coligação “Pra Campina crescer em paz”. As doações à campanha da deputada somaram R$ 115 mil. Em seguida, vem Tatiana Medeiros (PMDB), da coligação “Campina segue em frente”, que arrecadou pouco mais de R$ 106 mil.

Depois, aparece Romero Rodrigues (PSDB), da coligação “Por amor a Campina”, que totaliza uma receita de R$ 62 mil. Guilherme Almeida (PSC), da coligação “Campina Grande ideal”, e Artur Bolinha, do PTB, receberam R$ 55 mil em doações cada um. Alexandre Almeida, do PT, conseguiu amealhar apenas R$ 600.

Os valores arrecadados pelos prefeitáveis ainda se mostram bem aquém das previsões de despesas máximas de campanha. Daniella Ribeiro estimou seu limite de gastos em R$ 3,5 milhões; Tatiana Medeiros em R$ 6 milhões; Romero Rodrigues, R$ 3,6 milhões; Guilherme Almeida, R$ 3,5 milhões; Artur Bolinha em R$ 2 milhões; Alexandre Almeida, R$ 3 milhões; e Sizenando Leal estima um teto de gastos de R$ 20 mil.

A receita dos candidatos ainda é pequena porque a campanha, apesar de já ter ultrapassado o primeiro mês, ainda é fria, devendo esquentar após o início do guia eleitoral. Por isso, mesmo com a receita total ainda modesta, nenhum prefeitável de Campina Grande gastou mais do que arrecadou. Daniella Ribeiro teve despesas que totalizaram quase R$ 71 mil, restando um saldo de R$ 44 mil.

Romero Rodrigues foi o segundo a gastar mais durante o primeiro mês, R$ 60,5 mil, ficando, ainda assim, com um pequeno saldo de R$ 1,5 mil. Guilherme Almeida também teve despesas quase iguais ao total arrecadado, ficando com um saldo em conta de R$ 1,9 mil. Artur Bolinha somou R$ 45,6 mil em gastos, restando-lhe R$ 9,3 mil em caixa.

Tatiana Medeiros, apesar de ter registrado a segunda maior arrecadação, teve despesas de apenas R$ 39 mil, restando saldo de R$ 67 mil. Alexandre Almeida arrecadou pouco e gastou pouco, apenas R$ 500, ficando, por isso, com uma pequena soma em caixa, R$ 100. A segunda prestação de contas dos candidatos deverá ser divulgada no dia 06 de setembro.

Nenhum comentário

.