Candidatura de Alexandre Almeida é deferida e decisão impõe revés a Daniella

Depois de impugnar a aliança entre o PP e o PT, o juiz Giovanni Magalhães Porto, da 71ª Zona Eleitoral, deferiu o pedido de registro de candidatura do candidato a prefeito Alexandre Almeida, do PT. O candidato da coligação "Por amor a Campina", Romero Rodrigues, também teve o registro deferido. Com isso, já são quatro os prefeitáveis com registro: Alexandre, Romero, Artur Bolinha (PTB) e Guilherme Almeida (PSC).

As informações podem ser confirmadas no portal do Tribunal Superior Eleitoral, através do sistema DivulgaCand. Para o bloco petista ligado ao PP, de Daniella Ribeiro, resta recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral para tentar reformar as decisões do magistrado de primeira instância.

A briga promete ir longe, mas as sentenças de primeiro grau impõem duras derrotas ao projeto da candidata do PP, que, sem o PT, além do candidato a vice, Perón Japiassu, perde mais da metade do tempo que teria no guia eleitoral. Pela lógica mais óbvia, os diretórios estadual e nacional do PT também deverão recorrer, já que Alexandre Almeida lançou-se candidato desafiando as duas instâncias.

No entanto, militantes petistas reclamam de uma suposta letargia da estadual e da nacional. Por ora, a notícia é que Alexandre é candidato de fato e de direito. Aguardem cenas dos próximos capítulos.

Nenhum comentário

.