Guilherme Almeida quer o apoio de mais quatro partidos para fortalecer o que considera “chapa dos sonhos”

Na ACI, PC do B e PSC unidos. Imagem: Twitter @Julio_Cesar_CG 

O deputado estadual Guilherme Almeida, pré-candidato a prefeito de Campina Grande pelo PSC, confirmou que está em negociações com mais quatro partidos para tentar engrossar o arco de alianças que já conta com o PC do B. O prefeitável, contudo, preferiu não adiantar quais seriam esses partidos.

“Estou conversando com outras legendas. Não quero antecipar, mas pretendo anunciar em breve mais quatro legendas para compor uma coligação forte, que nos dê tempo de televisão, inclusive, para mostrarmos os argumentos, os propósitos para convencer o povo de Campina Grande que aqui está a alternativa”, comentou.

Das quatro legendas que estão na mira de Guilherme, duas já estariam com negociações bastante avançadas. O deputado mais uma vez mostrou-se empolgado com seu parceiro de chapa. “As mãos de Deus agiram nesse sentido. Eu e Félix Araújo Neto representamos uma chapa dos sonhos de Campina Grande. No passado, há mais de sessenta anos, isso era praticamente uma certeza, não fosse o tombamento de Félix Araújo”, disse.

A declaração de Guilherme faz referência à possibilidade de uma parceria entre seu avô, Elpídio de Almeida, e o avô de Félix Neto, Félix Araújo, para a disputa da prefeitura em 1955, possibilidade interrompida pelo assassinato de Félix, em 1953. Como o blog já mostrou, os avôs de Guilherme e Félix eram aliados e amigos íntimos.

Em conversa por telefone com o blog na última quarta-feira, Guilherme Almeida revelou ter se emocionado ao receber a indicação de Félix Araújo Neto para compor, em nome do PC do B, a chapa majoritária. “Eu confesso que minha primeira reação foi um arrepio, por tudo o que essa parceria representa do ponto de vista histórico. Temos história, mas temos também um projeto de futuro para Campina”, afirmou.

Nenhum comentário

.