Petistas apertam e Alexandre Padilha, o lisonjeador, faz outro discurso

Imagem: Assessoria do PT/CG
Os petistas de Campina Grande não gostaram nadinha da imensa repercussão dada pelo PMDB a uma fala do ministro Alexandre Padilha, que, durante a inauguração de uma Unidade de Pronto Atendimento na cidade, afirmou ser “daqueles que não mudam de lado de última hora”. As palavras foram alardeadas como uma crítica de Padilha à decisão dos seus correligionários locais de abandonarem o barco do PMDB.

Pois bem. Perón Japiassu, Socorro Ramalho e outros petistas foram atrás do ministro da Saúde para desfazer a impressão tão explorada pelo partido agora adversário. Em nota, a assessoria do PT/CG afirmou que “para o Ministro, a aliança com o PP, partido da base da presidenta Dilma, está dentro do projeto nacional e foi decidido pela militância do PT. ‘Somos aliados e não existe nenhum incômodo político’, declarou Padilha”.

Diz ainda a nota: “Padilha destacou que o PT tem autonomia para definir suas alianças. ‘Inauguramos um equipamento de Saúde que tem a cara do governo Dilma, que vai servir ao povo’, finalizou, destacando o papel do PT na implantação de políticas públicas como essa".

O ministro da lisonja

Embora a exploração da fala de Alexandre Padilha seja natural, sobretudo no universo da mídia extravagante do PMDB, o fato é que o ministro não tem qualquer autoridade para interferir nas decisões de diretórios. Logo, sua fala, seja criticando, seja avalizando a resolução do PT/CG é, na prática, irrelevante.

Ademais, basta dar uma pesquisada rápida para conferir que Padilha poderia ser o ministro da lisonja. Por onde passa, ele distribui a esmo declarações que agradam a platéia, inclusive os políticos que o cercam, afoitos, nos palanques. Não admira que, perto de Veneziano e Vitalzinho, tenha dito o que os irmãos Rêgo queriam ouvir e, pouco depois, junto aos petistas, tenha afirmado o que agradou aos petistas.

Um comentário

Misael disse...

O grupo de Socorro Ramalho são caras de pau mesmo, o mistro desceu a vara neles e ainda tiveram coragem de pousar na foto para enganar os bobos.

.