Pastor Jutay Meneses e a arte de servir a dois senhores. Dois, três, quatro...


O pastor Jutay Meneses, da Igreja Universal do Reino de Deus, é suplente de deputado estadual e presidente do PRB paraibano, legenda-base dos pastores e bispos da denominação de Edir Macedo, o poderoso dono da Record – a TV do famigerado e bem pouco pudico reality show “A Fazenda” – e do apelativo portal R7.

Após ficar na suplência no pleito passado, Jutay, que era aliado de José Maranhão (PMDB) e também votava em Cássio Cunha Lima (PSDB), sabendo que as chances de um oposicionista chegar a ocupar a vaga são pequenas, tratou de, após o primeiro turno, aliar-se a Ricardo Coutinho. Não foi para a Assembleia Legislativa, mas ganhou o cargo de presidente da Junta Comercial do Estado.

É, portanto, presidente de um partido da base do governador Ricardo Coutinho. Ainda assim, entretanto, e apesar de as Escrituras alertarem que “ninguém pode servir a dois senhores”, Jutay articula as alianças do seu partido sem amarras a quaisquer vínculos. Tanto é que está em Campina Grande, na manhã de hoje, pré-oficializando o apoio da sua sigla ao PMDB.

O PMDB que é oposição ao governo do qual ele faz parte. O PMDB que já tem até um pré-candidato para enfrentar Ricardo em 2014, o prefeito Veneziano, com quem Jutay hoje celebra uma nova aliança.

Nenhum comentário

.