Coordenador dá sinais de que discurso da "novidade" não será mote da campanha de Daniella Ribeiro


A deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) apresentou, durante solenidade realizada no auditório da Associação Comercial, na manhã de ontem, os responsáveis pela coordenação jurídica e coordenação geral da sua campanha a prefeita de Campina Grande. A pepista ainda anunciou novas adesões a sua pré-candidatura. O advogado Rogério Varela, que já trabalhou com o ex-governador José Maranhão, será o coordenador jurídico, e Misael Moraes, que foi secretário de Administração no governo de Cássio Cunha Lima, responderá pela coordenação geral da campanha.

Conforme o coordenador, já foi agendada a data para a realização da convenção que deverá oficializar o nome de Daniella: 30 de junho, na AABB. Misael explicou que o momento é de organizar a estrutura de campanha. “Nós estamos fazendo a montagem básica. Vendo a parte do comitê central, a parte de produtora, todo esse setor de infraestrutura básica de uma campanha está sendo estudado”, disse.

O coordenador ainda deu pistas sobre qual deverá ser o conceito da campanha de Daniella. “Será um conceito de auto-sustentabilidade para Campina, além da boa governança, da modernização dos processos administrativos. Não é admissível que uma cidade que é referência em tecnologia deixe de ter sua administração inserida nesse universo”, comentou.

A confecção da carta programa da prefeitável ficará a cargo de dois petistas, o professor Pedro Lúcio Barbosa e o advogado Márcio Caniello, mas Misael Moraes antecipou que o projeto deverá ser focado nos temas sociais básicos, como educação e saúde, além de desenvolvimento econômico.

Daniella Ribeiro também confirmou a adesão do PRTB a sua candidatura. Atualmente, o partido tem um vereador na cidade, Alcides Cavalcanti, que foi eleito pelo PRP e, no ano passado, trocou de legenda. Alcides, que é da bancada do prefeito Veneziano Vital do Rêgo na Câmara Municipal, compareceu ao evento e posou para fotos ao lado de Daniella, mas garante que, por ora, se mantém no bloco governista.

O presidente do PRTB paraibano, Francisco Tito, garantiu que o apoio a Daniella foi firmado sobre um projeto para a cidade, e não por acordos que beneficiem sua legenda. “O acordo é de trabalho, que ela faça a administração que os campinenses estão necessitando, que ela renove a cidade. O povo de Campina quer renovar, quer uma mulher na prefeitura”, declarou.

Daniella Ribeiro prevê o anúncio de novas adesões nos próximos dias. A prefeitável afirmou que a apresentação da sua equipe marca, de fato, o início da organização da sua campanha. A deputada ainda comemorou a confirmação do apoio a sua candidatura pelo ex-prefeito Félix Araújo Filho, que, na verdade, é filiado ao PP e já tinha deixado claro que seguiria o projeto da sua legenda. Félix, que era aliado da família Cunha Lima, governou a cidade entre os anos de 1993 e 1996.

Nenhum comentário

.