Após separação do PMDB, PT de Campina Grande poderá promover inventário

Os petistas campinenses pretendem mostrar ao Palácio do Bispo que o prejuízo do desembarque dos correligionários de Lula do projeto peemedebista não implica apenas em perda de tempo no guia eleitoral e de nomes para “bater esteira” na disputa proporcional.

Agora, os petistas ligados à deputada estadual Daniella Ribeiro (PP) vão fazer um verdadeiro inventário das obras e ações da gestão Veneziano, com o intuito de tentar comprovar que, na verdade, boa parte de tudo o que foi feito tem o dedo do Governo Federal – uma colaboração que, segundo alguns militantes, teria sido intencionalmente ofuscada.

Pela estratégia, o balanço, além de valorizar o PT de Campina Grande, que é comumente visto apenas como detentor de tempo de TV, fragiliza o balanço da gestão peemedebista e, por fim, poderá de certa forma ajudar a redimir o partido na cidade.

Afinal, mesmo sendo então aliado do governo municipal, o PT teve um desempenho pífio em Campina na última eleição. Para quem não lembra, Dilma Rousseff ficou apenas em terceiro lugar, atrás de José Serra e Marina Silva.

Nenhum comentário

.