Após direção estadual rejeitar recurso, Alexandre Almeida garante que Nacional reverterá decisão de apoio a Daniella

O presidente do diretório municipal do PT, Alexandre Almeida, afirmou hoje à tarde, em conversa por telefone com o repórter Phillipy Costa, da sucursal campinense do jornal A União, que já esperava a decisão da direção estadual do partido, que indeferiu o recurso interposto por ele e o militante Gustavo Pontinelli contra a decisão dos delegados de apoiar a pré-candidatura da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP).

Alexandre, aliás, explicou que ficou feliz com a celeridade da decisão. “Eu já esperava. Não há surpresa nenhuma até porque a estadual foi a grande articuladora, através do presidente Rodrigo Soares e os companheiros de João Pessoa, dessa composição em Campina Grande. Então, obviamente já estávamos aguardando (o resultado) e fico até feliz em saber que foi julgado logo, porque assim poderemos recorrer à nacional”, comentou Alexandre Almeida.

O dirigente assegurou estar convicto de que o processo será revertido pela direção nacional do PT. “O que houve foi uma quebra total do regulamento do partido, que foi literalmente rasgado, e tenho certeza que a nacional há de enxergar isso e vai resgatar a legitimidade do pleito em Campina”, garantiu.

Vladimir Chaves, membro da tendência Democracia Socialista, confirmou que o resultado foi recebido com naturalidade por seu grupo. “O Encontro de Táticas é soberano para tomar decisões políticas. O resultado não poderia ser outro. Que isso sirva de exemplo para os que pensavam que podiam fazer do partido uma bodega. Quebraram a cara”.

Vladimir classificou como “bobagens” as previsões de intervenção da Nacional no PT campinense. “Os que falam essas bobagens são os mesmos que subestimaram a história do PT. Estive pessoalmente na Nacional. Existem casos semelhantes e a decisão foi de que o Encontro é soberanos para tomar decisões políticas”, concluiu.

Nenhum comentário

.