Adesões de Laelson Patrício e Alcides Cavalcanti a Daniella criam dilema para Veneziano

Com as adesões dos vereadores Laelson Patrício (PT) e Alcides Cavalcanti (PRTB) à pré-candidatura da deputada estadual Daniella Ribeiro (PP), o prefeito Veneziano Vital do Rêgo passou a enfrentar um novo dilema: o que fazer em relação aos dois parlamentares que, embora tendo debandado para as hostes adversárias, ainda se dizem governistas?

É tanto quanto óbvio que o desejo de qualquer chefe do executivo numa hora destas é de cortar pela raiz todos os favores comumente concedidos aos aliados. O problema é que, se Veneziano tomar essa atitude, empurrará os dois vereadores de vez para a bancada de oposição, assim como aconteceu com Fernando Carvalho (PT do B).

E, com isso, perde a maioria, justamente num momento politicamente delicado, ficando sem o rolo compressor que atualmente tem em mãos. É verdade que Alcides e Laelson são dois dos mais apagados membros da Casa de Félix Araújo, mas, seja como for, seus votos valem tanto quanto os dos expoentes da Câmara. Por outro lado, o prefeito é conhecido por não tolerar insubordinações. E agora, Vené?

Nenhum comentário

.