PT de Campina Grande vai entregar cargos e convite para Secretaria de Educação foi rejeitado

O prefeito Veneziano Vital do Rêgo resolveu adiar o anúncio dos substitutos dos auxiliares que se afastaram no início do mês porque serão candidatos a vereador. O adiamento seria para aguardar a decisão oficial do PT, que deve ser tomada no próximo domingo, quando os delegados do partido resolverão se a sigla mantém a aliança com o PMDB ou adere à pepista Daniella Ribeiro.

Ao deixar em suspenso a nomeação dos auxiliares, Veneziano tenta atrair mais uma vez o partido da estrela, acenando com a possibilidade da ocupação de cargos no primeiro escalão. Esse aceno, inclusive, já teria sido feito há cerca de dois meses, quando parte dos militantes decidiu romper com o presidente do diretório municipal petista, Alexandre Almeida, num gesto claro de afastamento do Palácio do Bispo.

Além da provável entrega dos cargos, o PT rejeitou convite para que a secretária adjunta da Educação, Socorro Ramalho, fosse efetivada no comando da pasta, cargo que ficou vago com a saída de Flávio Romero.

Se o PT desembarcar da aliança com o PMDB, complica ainda mais as pretensões do partido situacionista, que domina as eleições de Campina Grande há três décadas e tenta mais uma vez eleger o prefeito – no caso, a prefeita. Os petistas reclamam que Veneziano teria imposto a candidatura da médica e secretária Tatiana Medeiros, sem dialogar com os aliados.

Além disso, ponderam que a aliança majoritária teria de ser repetida também na disputa proporcional, coisa que não interessa a nenhum pré-candidato a vereador petista, porque essa parceria provavelmente repetiria o fiasco de 2008, quando a sigla de Lula não conseguiu fazer sequer um vereador em Campina Grande.

Um comentário

Anônimo disse...

1ª mentira ou erro de informação

"quando os delegados do partido resolverão se a sigla mantém a aliança com o PMDB ou adere à pepista Daniella Ribeiro."

É uma informação mentirosa ou errada. Os delegados do partido resolverão quem vai ser o candidato do partido a prefeito de Campina Grande. Alexandre Almeida estar confirmadíssimo como candidato a pre candidato. Outros nomes pode ser apresentados.

2ª mentira ou ero de informação
"parte dos militantes decidiu romper com o presidente do diretório municipal petista, Alexandre Almeida, num gesto claro de afastamento do Palácio do Bispo."

Primeiro é preciso saber quem são os integrantes dessa "parte de militantes" (não devo mencionar nomes, mas desconfio quem seja essa parte). E não existe gesto claro de afastamento do Palácio do Bispo. A não ser que essa parte (nome aos bois) se apresente e confirme tal informação. (quem são, cite um ou dois nomes; não existe isso).

3ª No mais

Sem mais. as duas acimas são fatos concretos.

Aconselho checar melhor as informações. Em breve uma nota do PT. Especular é o verbo, mas algumas situações são concretas e não passíveis de especulações .

Reginaldo Borges Barbosa

.