MIMO: VEREADORES DE CAMPINA GRANDE GANHAM TABLETS DA CLARO

Os dezesseis vereadores de Campina Grande ganharam, recentemente, um mimo da empresa de telefonia Claro, que mantém contrato com a Câmara Municipal. Cada um levou para casa um tablet Samsung Galaxy semelhante ao da imagem ao lado, modelo que custa em torno de R$ 1.400.

Via de regra, há a recomendação, em algumas esferas explicitada em forma de norma legal, para que servidores públicos (de qualquer regime) não recebam presentes ou brindes, sobretudo de pessoas ou empresas que tenham interesse direto sobre decisão que aquele funcionário possa tomar ou influenciar.

No caso da Câmara Municipal, aparentemente não foi evocado qualquer dispositivo direto que constrangesse os vereadores, ressalvando-se alguma elucubração ética que não teria chegado a ocorrer.

Entretanto, nem todos aceitaram o mimo da Claro. Ao que consta, o suplente em exercício Orlandino Farias (PSC) rejeitou o presente. Mas, não porque seus verdes olhos tenham vislumbrado qualquer problema na doação do brinde. Homem de vida simples e hábitos rurais, Orlandino teria admitido que não sabe como lidar com o aparelho moderninho.

Nenhum comentário

.