FABRINNI BRITO TEM REUNIÃO COM VENEZIANO E POSTURA DE VEREADOR DE SITUAÇÃO

O suplente de vereador Fabrinni Brito (PRP) ganhou de presente quatro meses de mandato, após o pedido de licença do titular Jóia Germano. Sua posse teria sido um acerto intermediado com a ajuda do presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Marcelo (PSDB), mas os detalhes desse acordo, principalmente sobre a participação do tucano, ainda têm ares de mistério.

Ao chegar à Câmara, Fabrinni confirmou que, assim como Jóia, formaria com a bancada de oposição ao prefeito Veneziano Vital do Rêgo, mas advertiu que faria uma oposição equilibrada. No entanto, desde o início comentava-se nos barulhentos corredores políticos de Campina Grande que o irmão de Walter Brito Neto (PMDB) estaria muito mais próximo de Veneziano do que imaginam muitos.

Hoje, durante a votação dos vetos do executivo a emendas dos vereadores, Fabrinni portou-se como membro da situação, votando, na maioria das oportunidades, pela manutenção dos vetos. Além disso, uma fonte revelou-nos que o jovem parlamentar teria uma reunião agendada com o prefeito, possivelmente para hoje. Nem tudo, contudo, são flores. A postura do vereador em exercício poderá custá-lo o encurtamento da sua passagem pela Casa de Félix Araújo.

Um comentário

Blog do Gari Martins da Cachoeira disse...

É ruim de voto. O cara gastar o que ele gastou na campanha e ainda ficar como suplente, é por que na verdade é ruim de voto!

Isso que dizer que o povo de Campina não vota mais no belo nem no novinho.

.