GREVE: NAPOLEÃO DIZ QUE NEGOCIAÇÕES REGREDIRAM E QUE SÓ SERÁ ACEITO ACORDO POR ESCRITO. ‘DE BOCA, SÓ BEIJO’


O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste da Borborema (Sintab), Napoleão Maracajá, avalia que, na última audiência com o secretário de Educação do Município, Flávio Romero, as negociações para fim da greve dos servidores da educação andaram para trás.

“Na primeira reunião, o secretário havia nos proposto um reajuste de 22%, o que seria um avanço. Mas, na audiência da última quarta-feira, ele disse que ainda era necessária a anuência do prefeito, e o prefeito disse que ainda é preciso fazer alguns cálculos”, conta. Com isso, em assembleia realizada hoje, os trabalhadores decidiram manter a paralisação.

Segundo Napoleão, cerca de 70% dos servidores já aderiram à greve. “Estamos no patamar do que determina a lei, que 30% tem que se manter trabalhando. Então, estamos satisfeitos com o índice que já temos”, avalia.

Uma nova rodada de negociações deve acontecer na quarta-feira de cinzas. De qualquer forma, em conversa com o blog, o sindicalista avisou que nenhuma proposta verbal será aceita. “Só aceitaremos por escrito. Tem que ser documentado. Precisamos de algo concreto. Não adianta ir para uma reunião e dizer que vai pagar os 22%. De boca, só beijo”, concluiu.

Amanhã, faremos um paralelo com declarações de Napoleão Maracajá e de Flávio Romero.

Nenhum comentário

.